Preparem as botas, porque mato e bicho não falta!

O início do ano tem sido marcado por denúncias e descontentamentos sobre as vias esburacadas, bueiros quebrados, lixo acumulado e agora, terrenos baldios e passeios tomados pelo mato. Conforme imagens enviadas pelos leitores do Jornal Boa Vista e outras captadas pela equipe de jornalismo, é possível observar que o mato chega a invadir as ruas, proibindo os pedestres de utilizarem os passeios.

Em e-mail recebido e via mensagens pelo Facebook, moradores destacam a irresponsabilidade dos proprietários dos terrenos e a falta de fiscalização do governo municipal.

Tem lugares que só os corajosos se habilitam a passar ou, é preciso botas de borracha para ‘encarar o mato e a bicharada’.

Sem fiscalização, lixo e ratos dividem espaço com a população

Utilizar o passeio com segurança é um direito, mas não é o que acontece em muitas vias do município, quando é preciso tomar cuidado com as canelas. O mato dificulta a prática de exercícios físicos e principalmente o uso diário. O descaso é tanto e a vegetação é tão alta que dá uma ideia de quanto tempo o local não recebe capina e outros cuidados.

Um dos exemplos mais assustadores é o passeio da Rua Marechal Rondon, travessa com a Avenida XV de Novembro. A capoeira do terreno baldio é tamanha que se confunde com a vegetação que não para de crescer na calçada.

Seja na XV de Novembro, ou na Sete de Setembro, o descaso se repete pela c idade inteira.

A calçada some e o desleixo acaba até servindo para depósito de lixo, sem falar nos ratos vistos nestes terrenos.

Por Carla Emanuele

Comentários estão fechados.