Preço do gás em Erechim está entre os mais caros do Brasil

Matéria do Jornal Nacional, divulgada no último dia 18 de janeiro, mostrou que o preço do gás de cozinha no Rio Grande do Sul está entre os mais caros do Brasil e como exemplo de valor alto citou o município de Erechim. E olhem que a notícia ainda foi generosa. Na pauta, o gás na Capital da Amizade foi colocado com preço médio de R$ 84,00. No dia 08 deste mês, o Procon de Erechim divulgou que estava realizando levantamento nas revendas do município e que o preço do botijão de 13 kg em algumas distribuidoras tinham variação de valores entre R$ 82,00 e R$ 95,00.

Bastou a notícia ser vinculada pelos órgãos de imprensa para que leitores opinassem sobre uma suposta defasagem nos preços apresentados e afirmassem que já estariam pagando até R$ 100,00 pelo botijão.

Justificativa

Na pesquisa realizada pelo Procon, revendas apresentaram como justificativa para o preço alto o fato de necessitarem buscar o produto em Canoas, ficando com o custo do frete, despesas com caminhão, pedágio e motorista. Leitores também contestaram e afirmaram que em alguns municípios da região, como Marcelino Ramos e Getúlio Vargas, na data da divulgação do levantamento, era possível comprar gás por R$ 65,00 e R$ 68,00. Passo Fundo também foi citado, lá o gás estaria R$ 58,00 na data.

Por coincidência, enquanto escrevia este texto, próximo ao meio-dia de domingo, 21, o botijão em minha casa acabou e paguei R$ 95,00 pelo novo (com entrega em casa).

– Ué, não baixou 5% na refinaria? – perguntei.

– Pois é, mas vamos comprar só na próxima terça-feira com essa diferença. – me respondeu o vendedor.

Gasolina Salgada

E se as queixas sobre o preço do gás são intensas, as que envolvem o valor da gasolina na cidade, não são diferentes. Matéria publicada pelo G1 na sexta-feira, 19, informava que “O preço médio da gasolina para o consumidor final subiu pela 12ª semana seguida, se aproximando do patamar de R$ 4,20, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (19) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)”.

Se aproximando de R$ 4,20, diz o texto. Tal preço não é encontrado em Erechim já a um bom tempo. Por aqui, uma rápida passada pela frente dos postos mostram o litro da gasolina comum variando entre R$ 4,40 e R$ 4,50. Até R$ 0,30 a mais que o preço médio alcançado pelos dados da ANP após 12 aumentos seguidos.

Por Alan Dias

Comentários estão fechados.