Preço do gás em Erechim está entre os mais caros do Brasil

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Matéria do Jornal Nacional, divulgada no último dia 18 de janeiro, mostrou que o preço do gás de cozinha no Rio Grande do Sul está entre os mais caros do Brasil e como exemplo de valor alto citou o município de Erechim. E olhem que a notícia ainda foi generosa. Na pauta, o gás na Capital da Amizade foi colocado com preço médio de R$ 84,00. No dia 08 deste mês, o Procon de Erechim divulgou que estava realizando levantamento nas revendas do município e que o preço do botijão de 13 kg em algumas distribuidoras tinham variação de valores entre R$ 82,00 e R$ 95,00.

Bastou a notícia ser vinculada pelos órgãos de imprensa para que leitores opinassem sobre uma suposta defasagem nos preços apresentados e afirmassem que já estariam pagando até R$ 100,00 pelo botijão.

Justificativa

Na pesquisa realizada pelo Procon, revendas apresentaram como justificativa para o preço alto o fato de necessitarem buscar o produto em Canoas, ficando com o custo do frete, despesas com caminhão, pedágio e motorista. Leitores também contestaram e afirmaram que em alguns municípios da região, como Marcelino Ramos e Getúlio Vargas, na data da divulgação do levantamento, era possível comprar gás por R$ 65,00 e R$ 68,00. Passo Fundo também foi citado, lá o gás estaria R$ 58,00 na data.

Por coincidência, enquanto escrevia este texto, próximo ao meio-dia de domingo, 21, o botijão em minha casa acabou e paguei R$ 95,00 pelo novo (com entrega em casa).

– Ué, não baixou 5% na refinaria? – perguntei.

– Pois é, mas vamos comprar só na próxima terça-feira com essa diferença. – me respondeu o vendedor.

Gasolina Salgada

E se as queixas sobre o preço do gás são intensas, as que envolvem o valor da gasolina na cidade, não são diferentes. Matéria publicada pelo G1 na sexta-feira, 19, informava que “O preço médio da gasolina para o consumidor final subiu pela 12ª semana seguida, se aproximando do patamar de R$ 4,20, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (19) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)”.

Se aproximando de R$ 4,20, diz o texto. Tal preço não é encontrado em Erechim já a um bom tempo. Por aqui, uma rápida passada pela frente dos postos mostram o litro da gasolina comum variando entre R$ 4,40 e R$ 4,50. Até R$ 0,30 a mais que o preço médio alcançado pelos dados da ANP após 12 aumentos seguidos.

Por Alan Dias

Get real time updates directly on you device, subscribe now.