Idosa violentamente espancada em assalto está na UTI

Crime ocorreu na manhã de sexta-feira (26), na comunidade Rio Tigre, interior de Erechim

A idosa Rita Poletto, 77 anos, violentamente agredida durante assalto ocorrido na manhã de sexta-feira, 26 de janeiro, na comunidade Rio Tigre, interior de Erechim, segue internada na UTI da Fundação Hospitalar Santa Terezinha e, de acordo com familiares, não mostrou sinais de recuperação, não consegue falar e ainda apresenta sangramento na cabeça.

Ainda segundo familiares, o crime aconteceu por volta das 10h, quando um indivíduo invadiu a residência, nas proximidades da igreja da comunidade. O ladrão teria se deparado com a idosa, dominado-a e passado a lhe agredir com uma velha espingarda que havia no local.

Na fuga, ele se deparou com trabalhadores de uma empresa de telefonia que realizavam manutenção no local e precisavam realizar um teste no telefone da casa. Aos trabalhadores, o ladrão contou que estava ali consertando uma moto no porão e que a idosa não os atenderia, pois estava dormindo, porém, minutos depois, a vítima saiu de joelhos pela porta. Ela sangrava muito, mas conseguiu alcançar aos trabalhadores uma chave, para que eles conseguissem abrir o portão. Neste meio tempo o criminoso já estava em fuga pelas matas e lavouras da região.

A polícia foi acionada e Poletto encaminhada ao hospital pela ambulância do Samu. Entre outros ferimentos, ela apresentava fratura no nariz e expressiva perda de sangue devido a cortes contusos, principalmente na cabeça.

No momento do crime o marido da vítima estava na residência, mas nada pode fazer por ser doente acamado e não conseguir mais se movimentar sozinho. O filho de Poletto se encontrava na cidade, comprando medicamentos para o pai.

Os familiares acreditam que o bandido arrastou a idosa pela casa, agredindo-a, em busca de objetos de valor, pois havia sangue em quase todos os cômodos.

Informações oficiais não foram divulgadas, mas os familiares contam que o agressor teria sido preso ainda na sexta-feira, após se entregar. Ele já teria em sua ficha um homicídio ocorrido no bairro Progresso, quando ainda era menor de idade. Na data ele teria matado um homem para roubar a bicicleta do mesmo.

Comentários estão fechados.