Preso suspeito de homicídio ocorrido embaixo das arquibancadas do estádio Colosso da Lagoa

A Defrec de Erechim esclareceu o homicídio ocorrido embaixo das arquibancadas do estádio Colosso da Lagoa, no dia 11 de outubro, que vitimou fatalmente Luís Carlos Pereira, 38 anos. Conforme o delegado Gustavo Ceccon, titular da Defrec, a investigação concluiu que o indivíduo João Willian Pereira, 26 anos, foi o autor do assassinato. Na ocasião, autor e vítima, ambos moradores de rua, estavam naquele local, ponto onde andarilhos costumam dormir, para passarem a noite e acabaram se desentendendo.

Em razão disso, iniciou-se uma briga entre eles. João Willian Pereira, armou-se com um pedaço grande de madeira e passou a agredir com extrema violência Luís Carlos, principalmente na cabeça. Os golpes desferidos foram tão violentos que praticamente desfiguraram a vítima. Alguns dias depois do homicídio, mais precisamente dia 17 de outubro, João Willian, foi preso em flagrante pelo delito de roubo tentado, quando tentou roubar dois jovens na Av. Sete de Setembro, em frente à Alpha Motos, agredindo e ameaçando as vítimas com uma faca e um pedaço de pau.

Depois que o homicídio foi solucionado a Defrec representou junto ao Poder Judiciário pela decretação da prisão preventiva do suspeito e a Primeira Vara Criminal da Comarca de Erechim deferiu a solicitação, expedindo, na sequência, o respectivo o mandado de prisão contra João Willian. A ordem prisional foi cumprida no presídio estadual de Erechim no dia 14 de novembro, local onde João Willian se encontra desde a sua prisão em flagrante.

Comentários estão fechados.