Hospital Unimed: um marco para a saúde regional

Norte do RS recebe sua mais nova, moderna e humana casa de saúde

A inovação contínua dos serviços de saúde tem pautado a história da Unimed Erechim, a primeira cooperativa médica do Rio Grande do Sul, fundada em 5 de outubro de 1971. Com esta perspectiva, foi inaugurado no sábado, 21, o Hospital Unimed.

Em uma solenidade marcada pela emoção e que contou com a presença de lideranças nacionais, estaduais e locais do Sistema Unimed, além de autoridades políticas, como o representante do governador do Rio Grande do Sul, secretário de Transportes e Mobilidade, Pedro Westphalen, a comunidade regional pode conhecer a estrutura da mais nova, moderna e humana casa de saúde do Norte gaúcho.

Com 35 leitos, três salas cirúrgicas, pronto atendimento e áreas técnicas que contam com o suporte de especialistas e alta tecnologia, o Hospital se notabiliza pela atenção que dedicará às pessoas – com ênfase à pronta recuperação do paciente e o bem-estar dos médicos e colaboradores que desempenharão suas atividades no local.

Integrado ao Centro de Qualidade de Vida Unimed, um complexo de 10 mil m², o Hospital foi construído sob a ótica da sustentabilidade, representando um marco para a saúde regional, avalia o presidente da Unimed Erechim, Alcides Mandelli Stumpf. ‘O Hospital, que é uma construção nascida do trabalho e esforços de todos os nossos médicos, oferece a mais moderna tecnologia disponível no mundo para uma unidade hospitalar deste porte, porém, não serão as máquinas que farão a diferença, e, sim, as pessoas. Eis o nosso maior capital, ontem, hoje e sempre’, destaca Stumpf.

O Hospital, pensado em cada detalhe – da iluminação, passando pelo sistema de esterilização até chegar aos acabamentos, também reverencia a arte, por meio de uma parceria com o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS). Reproduções de artistas estão presentes ao longo do ambiente. No espaço sacro, o elemento cultural foi valorizado a partir de uma escultura do Espírito Santo, que abraça a todas as religiões, entregando um ambiente de conforto, introspecção e serenidade.

Na recepção, o painel ‘A Formação de Erechim’, de Paulo César Brasil do Amaral, resgata raízes e valoriza a história e a participação das diversas etnias que ajudaram a construir o município, como os italianos, alemães, israelitas, poloneses, entre outras.

Conforme o diretor Administrativo da Unimed Erechim, Luiz Felipe Barreneche Leães, o hospital integra o planejamento da cooperativa, que visa o fortalecimento dos serviços próprios. No entanto, ressalta que as parcerias com as instituições hospitalares do município serão mantidas e reforçadas.

Presente à solenidade, o presidente da Unimed RS, Nilson Luiz May, que também representou a Unimed do Brasil, destacou o DNA de pioneirismo da cooperativa local, dizendo que Erechim serve de modelo para as demais singulares do Sistema.

Em suas manifestações, o prefeito Luiz Francisco Schmidt e o secretário de Estado, Pedro Westphalen, saudaram o arrojo da Unimed pelo investimento destinado à saúde dos moradores de Erechim e região.

Também fizeram uso da palavra os diretores Élcio Zanardo e Mario Tormen; os presidentes da OCERGS, Vergílio Perius, BRDE, Odacir Klein, e da Academia Sul-Riograndense de Medicina, Gilberto Schwartsmann.

Com 232 médicos cooperados e aproximadamente 20 mil beneficiários, a Unimed Erechim reúne em seu Centro de Qualidade de Vida seis dos sete serviços próprios da cooperativa médica: Medicina Preventiva, Laboratório de Análises Clínicas, Centro de Diagnóstico por Imagem, Clínica de Fisioterapia, Saúde Ocupacional e, a partir de agora, o Hospital Unimed. A infraestrutura da cooperativa conta ainda com duas farmácias, uma em Erechim e outra em Getúlio Vargas.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais