Aprovada moção do vereador André Jucoski em repúdio a plano de privatização do Banco do Brasil

Na sessão ordinária realizada na última segunda-feira (25), foi aprovada uma moção de repúdio à possibilidade de privatização do Banco do Brasil. O documento, de autoria do vereador André Jucoski (PDT) – e subscrito pelos vereadores Alderi Oldra (PT), Ale Dal Zotto (PSB), Ilgue Rossetto (MDB), José Rodolfo Mantovani (PL), Lucas Farina (PT), Mario Rossi (MDB), Sandra Picoli (PCdoB) e Serginho Bento (PT) –, foi encaminhado ao Ministério da Economia e ao Gabinete da Presidência da República, e manifesta posicionamento contrário à ideia de venda de uma instituição que, segundo o edil, cumpre seu papel de banco público regulando o mercado, prestando serviços de grande representatividade para a sociedade brasileira.

Jucoski destaca a relevante atuação do Banco do Brasil em comunidades afastadas dos grandes centros, no financiamento da produção nacional e no agronegócio, onde bancos privados não têm interesse em atuar. “Em diversas crises, a direção do Banco do Brasil e seus funcionários combateram os efeitos desses períodos recessivos e lutaram com bravura para que a economia retomasse seu fôlego”, afirma, ressaltando que, no atual contexto de pandemia do novo coronavírus, o Banco do Brasil tem sido ainda mais importante. “Sabemos o quanto os funcionários estão trabalhando pesado, com agências abertas e operações de créditos importantes neste momento”, completa o vereador.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais