Hospinorte se reúne com presidente da AMAU na busca de soluções para a saúde da região

A Hospinorte – Associação de Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do Norte do Estado do Rio Grande do Sul – recebeu, na manhã de quinta-feira, 21, em sua reunião mensal, o presidente da AMAU – Associação dos Municípios do Alto Uruguai -, Juliano Zuanazzi, prefeito de Marcelino Ramos. O objetivo do encontro, realizado no Auditório do Hospital de Caridade de Erechim, foi apresentar a Hospinorte ao novo presidente da AMAU e expressar os anseios dos hospitais que integram a entidade e a categoria, de modo a ele conhecer a realidade de cada unidade e seus projetos. A proposta também foi colocar a Hospinorte como parceira em busca de soluções e melhores condições de trabalho para a prestação de serviços de saúde à comunidade.

O presidente da Hospinorte, Claudiomiro Carus, iniciou apresentando a entidade, fundada em 2002, e integrada por 13 associados, estabelecimentos de saúde da região Norte do Estado, sendo a grande maioria da Região Alto Uruguai. Falou sobre os objetivos pelos quais foi fundada que, em síntese, buscam a congregação e representação dos associados, troca de experiências, qualificação da rede prestadora de serviços e capacitação e treinamento das equipes de trabalho.

De acordo com Claudiomiro Carus, os objetivos são comuns a todos, tanto Hospinorte quanto AMAU, na busca da garantia de uma saúde de qualidade para toda a região. Carus também explicou que a entidade quer maior aproximação com a 11ª Coordenadoria Regional de Saúde, o Estado e os municípios visando a construção de uma proposta de saúde pública regional, que hoje não está clara.

Após a apresentação de cada representante dos hospitais, o presidente da AMAU, Juliano Zuanazzi, falou que o maior desafio é ter respostas do Estado. Segundo ele, é necessário que o Estado diga sim ou não claramente. Após dar detalhes da audiência que a Comitiva de prefeitos da região teve com a Secretária Estadual de Saúde, Arita Bergmann, na segunda-feira, 18, especialmente sobre o que ficou acertado dos pagamentos pendentes aos hospitais, Zuanazzi se prontificou a ser parceiro da Hospinorte nesta aproximação com a Coordenadoria Regional da Saúde, junto à Famurs e na sua entidade.

Para o presidente da AMAU, não tem como os municípios abdicarem de um hospital. “Mesmo pequeno, o hospital é necessário nas comunidades. Temos que lutar e dar prioridade para dar suporte a eles”, enalteceu. Por acreditar nisso, se dispôs a ser parceiro da Hospinorte na busca de uma solução e também de uma melhor organização da saúde na região.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais