Educação nutricional: da agricultura para a escola em Aratiba

Administração Municipal e Secretarias desenvolvem projeto que leva alimentos orgânicos, saúde e qualidade de vida aos alunos da rede municipal de educação.

A alimentação saudável é um assunto que vem ganhando espaço, gerando debates e assim, cada vez mais, caindo no gosto da população, pois desenvolver um hábito alimentar saudável é sinônimo de saúde e qualidade de vida.

Nesse sentido, a Prefeitura Municipal de Aratiba, através das secretarias da Educação, Saúde, Agricultura e Meio Ambiente lançou na última sexta-feira (22) o projeto: “Alimentação Saudável: Comer Bem Para Viver Melhor”.

O Projeto tem por objetivo ofertar na merenda escolar dos alunos, alimentos orgânicos oriundos das 45 famílias de agricultores do município que possuem selo de certificação da Ecovida e que fazem parte do Projeto de produção e consumo de alimentos agroecológicos.

Segundo a Secretária Municipal de Educação, Marisa Fagundes Rosa, a escola é um lugar de importância indiscutível para o desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis. “A alimentação é um dos fatores que mais influenciam no crescimento e desenvolvimento da criança e na preservação de sua saúde e é nosso dever enquanto educadores e gestores públicos zelar e garantir qualidade nos alimentos e na merenda ofertada para nossos alunos e assim tenham uma vida melhor”, enfatiza a secretária.

Para o Secretário da Agricultura, Lenir Christmann, este projeto irá alavancar a produção no município e melhorar a condição socioeconômica dos agricultores. “Essa ação irá ampliar o mercado dos produtos orgânicos, valorizar o trabalho dos nossos agricultores e melhorar as condições socioeconômicas das propriedades rurais”, avalia.

Outro fator que merece destaque neste projeto é o fato de que com o desenvolvimento de uma alimentação saudável diminuiu-se e até torna-se possível evitar problemas de saúde. Além disso, garante a sobrevivência do meio ambiente uma vez que não há a utilização de produtos químicos que atingem o solo e são os principais responsáveis pela contaminação dos lençóis d´água que poluem rios e lagos.

 

 

 

Comentários estão fechados.