Deputado Heinze visita Banco de Sangue

Na quinta-feira, 25, o ex-administrador judicial da Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim (ABERSE), Jackson Arpini, recebeu o Deputado Federal Luiz Carlos Heinze, na sede do Banco de Sangue do Alto Uruguai Gaúcho.

Na oportunidade apresentou a unidade hemoterápica, passando pelos processos de trabalho, desde a recepção até o abastecimento final, quantitativo de coletas/mês, logística de abastecimento e área de abrangência, que compreende os 32 municípios que integram a Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU).

O convite para a visita foi realizado pelo próprio Arpini com o intuito de reconhecer e agradecer o deputado federal Heinze pelo empenho no processo de tramitação da Certificação de Entidade Beneficente de Assistência Social – Área da Saúde (CEBAS), que teve seu início em dezembro de 2016, quando foi protocolado junto ao órgão ministerial, com parecer favorável, emitido pelo Ministério da Saúde (DCEBAS), em 6 de dezembro de 2017.

“Somos sabedores do seu empenho no monitoramento do processo que culminou com essa  relevante conquista, que fez justiça a uma entidade que de fato era filantrópica, mas não detinha a concessão por direito”, ressaltou Arpini, que também aproveitou para agradecer a suplente de vereadora Marinês Rosa Ronsoni, responsável pela interlocução e aproximação da entidade com o parlamentar.

Durante a visita o ex-administrador, representando o Presidente Henrique Cervi, entregou documentação de agradecimento e proposição de alocação de Emenda Parlamentar no OGU, para o Exercício 2018/2019, para a aquisição de uma centrífuga refrigerada de piso, único equipamento que o serviço hemoterápico não dispõe para backup.

O Deputado Heinze acolheu a proposição, elogiou a estrutura do serviço e se colocou novamente à disposição para auxiliar causas relevantes, fazendo menção a importante conquista da certificação de CEBAS pra a entidade de caráter regional e de suma importância para a área da Saúde.

Heinze estava a acompanhado do assessor parlamentar Carlos Pomagesrki e demais colaboradores.

Comentários estão fechados.