A cada minuto, duas multas por excesso de velocidade são aplicadas no Rio Grande do Sul

Foram mais de 1 milhão de infrações por dirigir mais rápido que o permitido nas estradas gaúchas

Por dia, 3.613 motoristas foram multados por excesso de velocidade no Rio Grande do Sul ao longo de 2018. Isso quer dizer que, a cada minuto, 2,5 infrações por dirigir mais rápido que o permitido são registradas. Os dados foram levantados pela reportagem de GaúchaZH com base em estatísticas do Detran-RS, relativas aos meses de janeiro a outubro deste ano — último mês em que os dados foram publicados.

As autoridades de trânsito acreditam que um dos motivos do alto número de notificações é a maior abrangência dos radares eletrônicos. Nos dez primeiros meses de 2018, foram registradas 1.098.532 infrações do gênero nas vias urbanas e nas rodovias estaduais e federais do RS.

A psicóloga da Escola Pública de Trânsito do Detran-RS, Sinara Soares, afirma que muitas vezes os motoristas estão mais preocupados com o pagamento das infrações do que com o risco de acidentes.

— Esse comportamento é muito perigoso e as pessoas não têm a dimensão. Ganhar tempo pode significar perder capacidade e perder a vida. A preocupação em respeitar a via se dá muito mais por não ser autuada. A gente falar com infrações é importante para ir além do bolso, de ser autuado. A oportunidade de pagar a multa significa que não nos acidentamos por um comportamento que poderia provocar um acidente mais grave — disse.

Nas rodovias estaduais, o maior número de infrações é na RS-122, entre Portão e Bom Princípio. A rodovia federal com maior número de multas foi a Freeway, entre Osório e Porto Alegre. Conforme o Chefe de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal, Alessandro Castro, as boas condições da pista associadas ao comportamento imprudente dos motoristas fazem com que a freeway seja a via com mais infrações.

— Ela é uma pista com mais faixas, que tem o maior limite de velocidade das rodovias federais gaúchas. Por quatro ou cinco meses, é a via com maior fluxo. Mas as pessoas precisam se conscientizar de que, não é porque a via tem boas condições que se pode correr — disse.

Top 3 infrações do RS em 2018:

Um outro detalhamento com base nos números das estatísticas do Detran-RS apontou as três principais multas do trânsito do estado entre janeiro e outubro de 2018.

A principal infração é o artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), excesso de velocidade, com mais de 1.098.532 multas.

O segundo maior motivo de multas no estado é o artigo 162 do código, que representa dirigir sem carteira ou com algum tipo de irregularidade na CNH. Foram 219 mil infrações.

A terceira principal infração do trânsito gaúcho é estacionar em local proibido, com 193 mil multas.

Penalizações relacionadas a irregularidades no registro do veículo, avançar sobre o sinal vermelho e não uso do cinto de segurança são outras infrações das mais comuns cometidas pelos motoristas no Estado.

Fonte Gaúcha ZH

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais