Atlântico e a reformulação para 2018

200

A direção do Atlântico ainda não se manifestou publicamente quanto as renovações de contrato dos jogadores para a próxima temporada. A única certeza é a permanência de Café, Keké e do goleiro Ângelo. Boa parte do atual grupo verde-rubro não deverá permanecer para a temporada 2018. O fixo Grillo, que não joga mais o restante da temporada em razão de uma ruptura parcial do músculo adutor magno, defenderá as cores do Joinville no ano que vem. A reformulação do Galo para a próxima temporada deverá ser significativa.

ACBF larga em vantagem

No primeiro confronto entre ACBF e Assoeva, vitória do time de Carlos Barbosa por 2 a 1. Apesar de ter vencido a primeira partida da semifinal da Liga Gaúcha de Futsal, o time de Venâncio Aires segue sendo o favorito para enfrentar o Atlântico na decisão. É quase que inacreditável dizer isso, mas a ACBF tem o time mais fraco entre os gaúchos que disputaram a Liga Nacional de Futsal. Podemos afirmar que uma final lógica seria o Galo enfrentando a Assoeva. A equipe montada por Carlos Barbosa em 2016 e 2017, ficou muito aquém da grandeza do clube. Para 2018, os investimentos da ACBF deverão ser maiores que nas últimas duas temporadas. Um dos jogadores que Carlos Barbosa mais assediou para contratar, foi o ala Café do Atlântico.

Reforços

Por outro lado, o Atlântico já está verbalmente acertado com alguns jogadores para a próxima temporada. Um deles deve desembarcar no Caldeirão do Galo para defender as cores verde-rubro em 2018, o goleiro Careca, do Corinthians e o craque Cabreuva, que estava jogando no Kairat. O anúncio deverá acontecer depois do término da competição estadual. Cabreuva será uma das maiores contratações da história do Galo.

Por Fabio Lazzarotto

 

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.