Prefeitura de Cruzaltense oferece subsídios para agricultores na instalação de novas atividades

Na propriedade do agricultor Sergio Franklin da Silva, em pouco tempo começarão a ser investidos R$ 1 milhão 780m mil financiados para a construção de 2 aviários de 165 metros. Eles vão abrigar 90 mil aves por lote e a expectativa da família é de que a renda da propriedade melhore com o investimento. Na propriedade da família Dassoler, o investimento é semelhante. Até agora a família só trabalhava com grãos e a avicultura foi escolhida como alternativa pela renda periódica que agrega e a possibilidade de uso da cama de aviário como fertilizante.

As duas famílias fazem parte do grupo de agricultores que estão sendo beneficiados com o serviço de terraplanagem para instalação das estruturas.  Só neste ano, foram três terraplanagens de grandes proporções, duas para instalação de aviários e uma para estrutura de criação de suínos. Cada escavação custa mais de R$ 100 mil e a terraplanagem está sendo feita gratuitamente pela prefeitura. O secretário de Administração e Finanças, Norêmio Pagliarini, informa que o programa de incentivo foi planejado ainda no ano passado. Além das maquinas da prefeitura, são contratados os serviços de empresas, totalizando 2 pás hidráulicas, três caminhões  e um trator de esteira à disposição dos agricultores.  “Este é um investimento para o futuro” diz o secretário, informando que cada aviário vai trazer R$ 100 mil por ano de retorno de ICMs para o município.

Segundo a Emater, a produção vai triplicar em relação ao que é produzido  hoje. O chefe do escritório municipal, André Gazoni, diz que além do incremento na produção, os investimentos vão ajudar a manter o agricultor no campo.

Todo o trabalho que está sendo feito é para incentivar a agricultura.  O prefeito de Cruzaltense, Kely José Longo, informa que só com os três novos aviários a capacidade de produção vai aumentar em 600 mil aves por lote. “A gente sabe o quanto é difícil o agricultor ficar no campo e para nós, a única maneira do município incrementar o ICMs é através da agricultura”, salienta o prefeito.

Para os agricultores que terão que pagar o investimento com a produção dos próximos dez anos, a terraplanagem gratuita representa um bom incentivo. “A gente tem outras despesas para começar as atividades e sem a ajuda do município se tornaria inviável”, diz Franklin.

Comentários estão fechados.