Apesar da grande campanha na LNF, Atlântico precisa corrigir erros

A derrota do Atlântico para o Jaraguá Futsal na última terça-feira (21) pela Liga Nacional de Futsal (LNF) está longe de ser anormal ou algo para desencadear algum tipo de crise, afinal, o Galo está brigando pelas primeiras posições na tabela de classificação e entre os 19 clubes participantes, o verde rubro é o mais regular. Desde o início da LNF, a pior posição do Atlântico até então foi um quarto lugar na primeira e na sétima rodada. Campanha como esta precisa ser enaltecida, uma vez que o time comandado por Giba soma 73,8% de aproveitamento no certame nacional.

Por outro lado, existem alguns problemas que precisam ser resolvidos pelo comandante técnico do Atlântico. A maioria dos gols que o Atlântico tem tomado recentemente vem de erros nas saídas de jogo. Outra situação que precisa urgentemente ser reavaliada é a figura do goleiro linha. O Atlântico teve problemas na decisão contra o Pato Futsal, quando precisou se defender, e na partida contra o Jaraguá, quando foi preciso propor o jogo com o goleiro linha em quadra.

Estamos nos encaminhando para os últimos jogos da primeira fase e o treinador, Giba, ainda não conseguiu fazer do goleiro linha uma alternativa para mudar o placar de uma partida. Acredito que resolvendo estes dois pontos, o Atlântico é candidato a brigar por mais títulos nesta temporada, caso contrário, quedas em jogos de mata-matas serão inevitáveis.

Liga Nacional

O próximo compromisso do Atlântico pela Liga Nacional de Futsal acontece somente no próximo dia 01 de setembro, quando enfrenta o Marreco Futsal, no ginásio Arrudão, em Francisco Beltrão. Como visitante o Galo conta com a quinta melhor campanha. Em 6 jogos disputados são 3 vitórias e 3 derrotas. Já o Marreco Futsal que faz uma campanha de meio de tabela, não conta com grandes resultados dentro de seus domínios. Até então, o Marreco jogou 7 partidas em casa, venceu 4 e perdeu 3. Na classificação geral, o time de Francisco Beltrão tem apenas a nona melhor campanha como mandante. É jogo para o Atlântico pontuar.

Liga Gaúcha

Os tropeços do Atlântico na Liga Gaúcha de Futsal no período da Copa do Mundo, fizeram com que o então líder absoluto do estadual, visse seu maior rival, Carlos Barbosa, o passar e abrir uma larga vantagem de pontos. Não há mais tempo para o Galo recuperar a liderança do estadual, mas ainda existem possibilidades de confirmar a segunda melhor campanha da primeira fase. Neste sábado, 25 de agosto, às 19h, o verde rubro recebe o Bento Futsal, no Caldeirão do Galo, pela décima sétima rodada.

Por Fabio Lazzarotto

Comentários estão fechados.