Cruzaltense promove formação de professores

No intervalo das férias escolares os professores da rede municipal de educação de Cruzaltense, que atendem alunos da Educação Infantil ate o final do Ensino Fundamental participaram de encontros de formação para aprimoramento das atividades em sala de aula.

A formação foi realizada em parceria com o SESC e abordou o lúdico na educação- olhares para a aprendizagem significativa; a deficiência intelectual: saberes e práticas na inclusão e a problematização de diagnósticos e a construção de soluções de aprendizagem, no primeiro dia.

No segundo dia a Mestre em Educação, Daniela Jéssica Veronese, trabalhou a transição curricular e os impactos na prática docente. O workshop abordou as novas diretrizes da Base Nacional Comum Curricular e os desafios que elas trazem para os professores. A BNCC é obrigatória e está prevista na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e no Plano Nacional da Educação.  Assim, os currículos de todas as redes públicas e particulares devem ter a BNCC como referencial. A grande mudança é que a nova Base Curricular promete potencializar políticas educacionais importantes que, juntas, ajudam a reduzir desigualdades e garantem os direitos de aprendizagem, por ser mais completa do que as diretrizes adotadas hoje. A Nova Base Nacional Comum Curricular interfere na elaboração dos currículos locais, formação inicial e continuada dos professores, material didático, avaliação e apoio pedagógico aos alunos.

No encontro, a educadora mostrou como na prática os professores poderão passar a desenvolver uma educação baseada nos pilares da competência, que são o conhecimento, as habilidades, as atitudes, a mobilização e em situações complexas. “Significa que temos o desafio de formar cidadãos que sabem resolver problemas a partir dos conhecimentos aprofundados na escola”, disse Daniela.

Comentários estão fechados.