Doença de Alzheimer, espiritualidade e exercícios físicos na Jornada da Pastoral da Saúde

Mais de 200 pessoas da Pastoral da Saúde de diversas paróquias da Diocese de Erexim participaram da 10ª Jornada da Pastoral da Saúde, promovida pelo Hospital de Caridade e pela Diocese, no Seminário de Fátima no dia 24 de abril.

Pe. Maicon Malacarne, coordenador diocesano de pastoral, fez a abertura do encontro encaminhando a oração inicial e a apresentação dos participantes. A oração foi animada pelo Pe. Adelar De David, assessor das pastorais sociais, e por grupo da comunidade Santa Augusta, do Bairro Triângulo de Erexim.

Dr. Rafael Badalotti, neurologista proferiu palestra sobre a doença de Alzheimer e depressão. Explicitou o significado de cada uma. Ressaltou também a natureza da doença de Alzheimer e da demência. Nem toda demência é Alzheimer. Para ambas, por ora, não há cura. A previsão é de que em 2050 é que haja cem milhões de portadores da doença de Alzheimer em todo mundo e um milhão e duzentos mil no Brasil. Depois de sua exposição, houve tempo para perguntas e esclarecimentos.

Dom José visitou o grupo, manifestando seu apreço pelo trabalho da Pastoral da Saúde e ressaltou a importância do cuidado pelos doentes e idosos, bem como da prevenção das doenças.

O fisioterapeuta do Hospital de Caridade, Diego Tappia, falou dos benefícios da atividade física permanente e realizou alguns exercícios com os participantes.

Pe. Olírio Streher, Pároco da Paróquia Santo Antonio de Jacutinga, falou da espiritualidade como a força interior que leva à ação e conduziu momento de oração em forma de leitura orante da Palavra de Deus, no espírito do tempo pascal.

Por fim, houve apresentação artística do Grupo Vocal e Instrumentista do Cecris, que tem o acompanhamento da professora Avenir Bez e do maestro Carlos Baú.

Comentários estão fechados.