Suspeitos de tentar roubar banco em Ipiranga do Sul são presos em Carazinho

480

Nesta sexta-feira (24), uma ação conjunta da Brigada Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, resultou na prisão de dois passo-fundenses que integram uma quadrilha acusada de cometer vários assaltos em municípios da região. A dupla foi capturada no meio de um mato, nas margens da BR 285 em Carazinho.

A agência do Banco do Brasil em Ipiranga do Sul foi alvo de bandidos durante a madrugada, porém eles danificaram os caixas eletrônicos e fugiram sem conseguir levar o dinheiro.

Algumas horas depois, cinco criminosos utilizando armas longas atacaram o Posto RH Riss na BR 386 em Carazinho. Pessoas que estavam no local foram feitas reféns e obrigadas a carregar um cofre no porta-malas do veículo usado pelo bando, sendo um modelo sedan de cor preta. No momento em que os assaltantes carregavam os produtos do roubo, um frentista conseguiu escapar e avisar a Brigada Militar.

Imediatamente uma guarnição da BM foi ao local, iniciando um intenso tiroteio. Um homem restou baleado na perna ao fugir e não obedecer a ordem do policial para permanecer parado. Somente depois que ele foi identificado como refém. O bando fugiu com o carro preto em direção à Passo Fundo.

O efetivo da região foi mobilizado, quando a guarnição do Pelotão de Operações Especiais (POE) do 3º RPMon avistou um veículo VW/Gol de cor branca nas imediações de um mato. Os policiais realizaram buscas e conseguiram abordar dois indivíduos, sendo que um dos participou do assalto ao posto e o outro teria feito o resgate.

A dupla foi identificada como os passo-fundenses Micael Gonçalves Cordeiro e o foragido da justiça de alta periculosidade Leonardo Hernandes da Silva. Os policiais seguem na caçada aos outros integrantes da quadrilha.

Não está descartada a possibilidade dos presos serem integrantes da quadrilha que cometeu ataques nas agências bancárias em Colorado, Coxilha e Ipiranga do Sul.

Micael e Leonardo foram levados para delegacia em Carazinho, onde será feito o flagrante. A Polícia Civil irá investigar o caso e as buscas por outros integrantes da quadrilha continuam no município.

Qualquer denúncia que leve ao paradeiro dos outros assaltantes, pode ser repassada ao telefone 190 da Brigada Militar ou 197 da Polícia Civil.

 

Fonte: Rádio Uirapuru

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.