Dia D para formação continuada da Educação Infantil

Para estudar a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) a Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria Municipal de Educação, realizou ontem (23) a parada do Dia D. Aproximadamente 400 professores da Educação Infantil de escolas públicas municipais se reuniram no subsolo da Catedral São José para a quarta edição do evento direcionado à formação continuada. Na programação, palestra com a professora doutora Adriana Salete Loss que discorreu sobre “Currículo e a Proposta Pedagógica na Educação Infantil – Campos de Experiências – BNCC”. O local abrigou também uma mostra de trabalhos de alunos para expor a diversidade de temas, recursos e interpretações desses estudantes.

Ao abrir os trabalhos, a Secretária Municipal de Educação Vanir Clara Bombardelli destacou a importância e os reflexos do Dia D no cotidiano das instituições de ensino. “De nada adianta o conhecimento se não encontrarmos o significado do que fazemos dentro das nossas escolas. Juntos aqui vamos descobrir de que forma, com quem, em que momento podemos compartilhar nosso trabalho e torná-lo instrumento de saber. Vamos compartilhar nossas experiências, repensar e avaliar o que fazemos com nossos alunos”, pontuou ela.

A Formação Continuada deve ser vista como um processo constante de aperfeiçoamento de saberes necessários a atividade docente, realizado ao longo do exercício da profissão, com objetivo de assegurar uma prática educativa efetiva que promova aprendizagens significativas com foco no desenvolvimento integral das crianças. A Educação Infantil é a primeira etapa da Educação Básica, iniciando o processo educacional.  Estes e outros aspectos deram o viés da palestra de Adriana Loss que enalteceu os profissionais da educação ao dizer: “tenho certeza que os que estão aqui lutam pela educação de qualidade e se realizam estando ao lado de crianças, adolescentes e adultos repassando conhecimento”. A professora doutora proporcionou aos presentes uma palestra com dinâmicas e interação.

Dia D 

No decorrer do ano de 2019, em uma ação conjunta entre Secretarias de Educação do Estado e Municipais, União Nacional dos Dirigente Municipais – Undime/RS e Sindicato do Ensino Privado Sinepe/RS, foram propostas quatro paradas para estudos da BNCC – Base Nacional Comum Curricular, denominados “Dias D”. Essas datas não são consideradas como dias letivos, pois já estavam previstas no calendário escolar de 2019, observados os 200 dias letivos que dispõe a legislação. Os “Dias D” são fundamentais para o estudo da BNCC, pois é o documento que define o conjunto de aprendizagens essenciais que devem ser desenvolvidas pelos estudantes na Educação Básica.

A parada do “Dia D” merece destaque como um momento muito importante para a Formação Continuada do professor, reunindo a teoria e a prática no contexto profissional. Neste dia, há diversas frentes de estudos, em diferentes ambientes que acontecem concomitantemente a atividade desenvolvida em Erechim direcionada aos professores que atuam na Educação Infantil.

Comentários estão fechados.