Emerson Schelski apresenta moção de apoio a projeto de lei que revoga pensão de ex-governadores

Na última semana, os parlamentares do Legislativo erechinense aprovaram um pedido de moção de apoio apresentado pelo vereador Emerson Schelski (PSDB) referente a um projeto de lei do deputado estadual Pedro Pereira (PSDB), que revoga a concessão de pensões vitalícias a ex-governadores do Rio Grande do Sul.

De acordo com o edil, a crise financeira pela qual o estado passa há anos exige que uma série de medidas sejam tomadas visando maior responsabilidade com o dinheiro público. “São nove ex-governadores e quatro viúvas que recebem esse subsídio mensal. Essa concessão vitalícia afronta os princípios republicanos, da impessoalidade e moralidade, conforme previsto na Constituição”, destaca Schelski. Atualmente, tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF) ações contra o mesmo benefício em estados como Acre, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia e Sergipe.

Desrespeito com a população – Cada ex-governador recebe o benefício mensal no valor de R$ 30.471,11. Para Schelski, estes valores poderiam ser melhor utilizados caso fossem direcionados a áreas de grande interesse da população. “Tendo conhecimento da crise que enfrentamos em nosso estado, com servidores recebendo parcelado, repasse a hospitais em atraso, recursos para a educação escassos, estradas em péssimas condições, encaminhamos esta moção de apoio à aprovação do projeto do deputado Pedro Pereira”, enfatiza o vereador.

Comentários estão fechados.