INSS inicia nesta quinta adoção de novo horário para atendimento não agendado

Outra medida que inicia hoje é a inclusão de novos serviços com hora marcada

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia, nesta quinta-feira (24), a adoção de novo horário para a recepção de demandas espontâneas nas agências do Sul do País. Agora, os atendimentos não agendados terminam às 13h, diariamente. Desta forma, será oferecido um período de 5 ou 6 horas para o atendimento sem hora marcada, a depender se a agência abre as 7h ou as 8h, os dois horários de abertura existentes para as unidades do Instituto. Os atendimentos agendados continuam sendo realizados durante todo o horário de funcionamento das agências.

A alteração tem dois objetivos principais: permitir que seja dedicado mais tempo à análise dos requerimentos, resultando em maior agilidade na conclusão dos processos; e aumentar a oferta de vagas na agenda, reduzindo o tempo de espera entre o dia em que o segurado realiza o agendamento e a data do seu atendimento.

Cada vez menos, as pessoas precisam sair de suas casas para ter acesso a serviços e informações do INSS. E a necessidade do atendimento espontâneo torna-se mínima com as mudanças que estão chegando. O atendimento sem agendamento passa a se destinar, basicamente, à orientação e ao esclarecimento de dúvidas, importante função que também é cumprida pelos atendentes da Central 135.

Novos serviços com agendamento

Outra medida que passa a valer nesta quinta-feira, dia 24, é a inclusão de uma extensa lista de serviços no rol de atendimentos agendados. Diversos serviços hoje realizados sem agendamento passam a ser prestados com dia e horário marcados por meio do Meu INSS ou do telefone 135. A relação inclui desistência de aposentadoria, alteração do meio de pagamento do benefício, atualização de dados cadastrais, mudança da agência de relacionamento, cadastro de procuração, solicitação de pagamento não recebido e solicitação de desbloqueio do benefício para empréstimo, entre outros.

Além de proporcionar maior conforto e economia de tempo, pois a permanência na agência é mais rápida quando se tem hora marcada, a ampliação dos serviços com agendamento mitiga indícios de irregularidades, já que todas as informações do segurado precisam estar nos sistemas do INSS para que o serviço seja prestado. E isto, além da segurança que oferece aos cidadãos, abre o caminho para a automatização.

Mais de 5 mil concessões automáticas em todo o Brasil

As duas mudanças fazem parte do conjunto de novidades implementas nesta semana pelo INSS, com o objetivo de oferecer maior conforto e agilidade no atendimento aos cidadãos. Desde segunda-feira (21), os brasileiros não agendam mais atendimento para pedir a aposentadoria por idade e o salário-maternidade urbanos. Ao acessar o Meu INSS (www.inss.gov.br) ou discar 135, o trabalhador já recebe direto o número do protocolo de requerimento e acompanha o andamento do pedido nos mesmos canais. A medida elimina a etapa do agendamento, acabando com a espera para ser atendido. Somente se necessário, a pessoa será chamada para ir à agência.

Nos casos em que as informações previdenciárias necessárias para o reconhecimento do direito já constam nos sistemas do Instituto, é realizada a concessão automática do benefício, ou seja, a distância. Em média, o processamento leva 20 minutos. Em todo o Brasil, o INSS já concedeu mais de 5.800 benefícios desta forma.

O avanço já é realidade também para os requerimentos de aposentadoria por tempo de contribuição. Este benefício, porém, ainda não está sendo inteiramente concedido no novo modelo de atendimento. Por enquanto, a concessão automática só é possível pelo Meu INSS (inss.gov.br). E, quando a busca instantânea identifica que não há como conceder a aposentadoria automaticamente, o segurado é direcionado para o agendamento do serviço a fim de que seja atendido na agência, de acordo com o modelo tradicional de atendimento.

Meu INSS em constante evolução

O Instituto destaca, ainda, que a central de serviços Meu INSS está em constante evolução para melhorar seu acesso pelos cidadãos. Desde o último dia 11, não é mais preciso usar um caractere especial (&*¨%$#@) na hora de fazer a senha. Bastam agora nove dígitos e ter, pelo menos, uma letra maiúscula, outra minúscula e um número. A ideia é facilitar a vida do segurado ao fazer e ao se lembrar da senha nos próximos acessos.

 

Lista dos Serviços que passarão a ser agendados:

  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Declaração de Saída Definitiva do País
  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Retificação de DIRF
  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Atualização de dependentes
  • Atualizar dados cadastrais do beneficiário
  • Alterar meio de pagamento
  • Cadastrar Declaração de Cárcere
  • Transferir Benefício para outra Agência
  • Desistir de Aposentadoria
  • Cadastrar ou Renovar Procuração
  • Cadastrar ou Renovar Representante legal
  • Reativar Benefício
  • Renunciar cota de Pensão por Morte ou Auxílio-Reclusão
  • Solicitar Valor não Recebido até a Data do Óbito do Beneficiário
  • Cadastrar ou atualizar dependentes para Salário-família
  • Suspender Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência para inclusão no mercado de trabalho
  • Reativar Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência suspenso por inclusão no mercado de trabalho
  • Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido
  • Desbloqueio do Benefício para Empréstimo
  • Emitir Certidão para saque de PIS/PASEP/FGTS
  • Emitir Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitados à Pensão por Morte 

 

 

 

 

Comentários estão fechados.