Erechim mantem volta às aulas escalonadas na segunda-feira

Na manhã deste sábado (24), estiveram reunidos na Prefeitura de Erechim, o prefeito Paulo Polis, a secretária de Educação, Verenice Lipsch, o diretor pedagógico, Fabrício Brustolin, o assessor, Ricardo Pasini, a secretária de Administração, Izabel Ribeiro e o Procurador Geral do Município, Daniel Grossi, para avaliar os desdobramentos do Decreto Estadual Nº 55.852/2021, que autoriza o retorno as aulas em regiões com cogestão de bandeira preta para vermelha, como é o caso de Erechim.

Conforme definido, e devido a organização e articulação com as famílias, o retorno as aulas de forma presencial escalonada para mais de 6 mil estudantes da Educação Infantil e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental I, será mantido na próxima segunda-feira (26).

“Nossa organização possibilita o retorno as aulas de maneira segura, com distanciamento necessário, uso de máscara, álcool em gel e verificando a temperatura das crianças e estudantes”, esclarece a secretária de Educação, Verenice Lipsch.

O Decreto Estadual Nº 55.852/2021, já foi recepcionado pelo município através do Decreto Nº 5.209/2021. “Nós estamos amparados no Decreto feito pelo Estado e seguiremos acompanhando o debate jurídico entorno do caso”, explica o Procurador Geral do Município, Daniel Grossi.

Como vai funcionar

*Educação Infantil – tempo integral:* as turmas foram divididas em dois grupos, sendo que um grupo vai para a Escola todas as manhãs e outro todas as tardes.

*Educação Infantil – tempo parcial:* as turmas foram divididas em dois grupos. Cada grupo terá atividades presenciais em uma semana e não presenciais em outra.

*1º e 2º anos do Ensino Fundamental:* as turmas foram divididas em dois grupos. Cada grupo terá atividades presenciais em uma semana e não presenciais em outra. Os estudantes que tiverem nas salas de aula deverão manter o distanciamento de 1,5m entre as classes, com materiais individuais.

Os pais e/ou responsáveis que não quiserem que os filhos participem das aulas presenciais deverão informar a direção da escola, assinar o Termo de Responsabilidade e continuar retirando as atividades para serem realizadas de forma não presencial, conforme cronograma da Escola. A Secretaria de Educação orienta que às famílias aguardem o contato da escola.

“É importante destacar que nenhum estudante vai ficar sem atendimento de educação, seja presencial ou não presencial. Nesse momento estamos pensando no futuro das nossas crianças”, destaca o prefeito Paulo Polis.

Por Assessoria de Comunicação