Alto Uruguai tem 180.763 eleitores; 1/3 deles com menos de 34 anos

 Se é verdade que 43,8% dos eleitores do Alto Uruguai estão na casa dos 35 aos 59 anos, conforme levantamento realizado pelo Instituto ISPO de Pesquisa e Opinião para a coluna (quadro ao lado); não menos verdadeiro é que os 32,1% de eleitores da região com até 34 anos podem ser decisivos no pleito de outubro próximo.

Mais do que representar um contingente de 58.100 votantes, este público jovem vem dando sinais – especialmente via redes sociais – de querer mudanças no cenário político nacional. Saber interpretar este desejo, entregando propostas concretas e sabendo comunicar-se com eles, pode fazer a diferença para os postulantes locais que almejam garantir uma cadeira na Assembleia Legislativa ou no Congresso Nacional.

No quadro ao lado, o espaço desnuda – tendo como fonte o Tribunal Regional Eleitoral/RS (TRE), o número de eleitores em cada cidade da Amau, por sexo e idade. De quebra, traz um comparativo entre o total de votantes registrados em outubro de 2000, e o eleitorado atual.

Desde 2000, 19 municípios da região tiveram redução de eleitores

Desde o início do século XXI, 19 municípios da AMAU apresentaram diminuição em relação ao seu eleitorado (acompanhando, em regra, o êxodo rural detectado pelo IBGE).

As perdas mais gritantes foram percebidas nos municípios de Sertão, que viu ‘sumirem’ 1.355 votantes (quase o total de eleitores de Carlos Gomes); Itatiba do Sul, que encolheu 1.005 votos; e a termal Marcelino Ramos, que viu evaporar 935 votos.

No mesmo período, Erechim saltou de 58.516 eleitores para os atuais 77.972 – num crescimento de quase 20 mil votantes.

Em outubro de 2000, o Alto Uruguai representava 2,3% dos votos do RS.

Cadastro encerra-se dia 9 de maio

Pela Constituição Federal de 1988, é obrigatório que todos os brasileiros acima de 18 anos se alistem para votar. Para os jovens de 16 e 17 anos e para os maiores de 70 anos, o voto é opcional. Caso o eleitor não tenha título, o prazo para fazer o cadastro eleitoral encerra-se no dia 9 de maio. Este também é o prazo para o eleitor informar qualquer mudança de dados para a Justiça Eleitoral ou solicitar a transferência de domicílio eleitoral. Os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) oferecem um sistema de pré-atendimento online, onde é possível agendar horário. Para tirar o título de eleitor, você deve ir até o cartório eleitoral da sua região e levar os seguintes documentos: carteira de identidade, carteira de trabalho ou certidão de nascimento ou casamento. Também é necessário levar um comprovante de residência original e recente e um certificado de quitação do serviço militar para homens maiores de 18 anos.

Atenção: Mesmo que o recadastramento biométrico não seja obrigatório para o eleitor de Erechim com vistas ao pleito de outubro, o Cartório Eleitoral já disponibiliza o sistema para quem preferir evitar transtornos futuros.

Com 180.763 eleitores, Alto Uruguai representa 2,2% de votos dos gaúchos
Erechim concentra 43,1% dos votos da região. Em outubro de 2000, este número era de 35,1%

Por Salus Loch 

Comentários estão fechados.