Incubadora Tecnológica de Erechim sela parceria com IFRS

Na terça-feira (23), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Altemir Barp, esteve reunido com a direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Câmpus Erechim (IFRS) para tratar sobre a parceria com o intuito de criar e alavancar empresas de cunho tecnológico no município para integrar a Incubadora Tecnológica de Erechim.

A Incubadora está em fase de implantação e será um empreendimento que oferecerá apoio técnico através de assessoria no desenvolvimento de gestão e tecnologia para instalação de empresas de base tecnológica já constituídas bem como aberto à inovação.

O IFRS, além de apoiar os projetos tecnológicos de seus alunos, também fará parte do Conselho da Incubadora Tecnológica de Erechim, no que diz respeito a seleção de equipes e projetos das futuras empresas incubadas.

A Incubadora Tecnológica é um mecanismo de estímulo à criação e ao desenvolvimento de micro e pequenas empresas industriais e/ou de prestação de serviços tanto de base tecnológica como de manufaturas leves, por meio da formação complementar do empreendedor em seus aspectos técnicos e gerenciais e que, além disso, facilita e agiliza o processo de inovação tecnológica nas micro e pequenas empresas. Para tanto, conta com um espaço físico especialmente construído e adaptado para alojar temporariamente micro e pequenas empresas industriais ou de prestação de serviços.

Em fevereiro, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento apresentará sobre o funcionamento da Incubadora aos alunos formados pelo Instituto na área de tecnologia.

A pasta também busca parcerias com a URI Erechim, UFFS, Uergs, Sebrae, Accie, Unindústria e empresas tecnológicas de ponta do município.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais