Incubadora Tecnológica de Erechim sela parceria com IFRS

Na terça-feira (23), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Altemir Barp, esteve reunido com a direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Câmpus Erechim (IFRS) para tratar sobre a parceria com o intuito de criar e alavancar empresas de cunho tecnológico no município para integrar a Incubadora Tecnológica de Erechim.

A Incubadora está em fase de implantação e será um empreendimento que oferecerá apoio técnico através de assessoria no desenvolvimento de gestão e tecnologia para instalação de empresas de base tecnológica já constituídas bem como aberto à inovação.

O IFRS, além de apoiar os projetos tecnológicos de seus alunos, também fará parte do Conselho da Incubadora Tecnológica de Erechim, no que diz respeito a seleção de equipes e projetos das futuras empresas incubadas.

A Incubadora Tecnológica é um mecanismo de estímulo à criação e ao desenvolvimento de micro e pequenas empresas industriais e/ou de prestação de serviços tanto de base tecnológica como de manufaturas leves, por meio da formação complementar do empreendedor em seus aspectos técnicos e gerenciais e que, além disso, facilita e agiliza o processo de inovação tecnológica nas micro e pequenas empresas. Para tanto, conta com um espaço físico especialmente construído e adaptado para alojar temporariamente micro e pequenas empresas industriais ou de prestação de serviços.

Em fevereiro, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento apresentará sobre o funcionamento da Incubadora aos alunos formados pelo Instituto na área de tecnologia.

A pasta também busca parcerias com a URI Erechim, UFFS, Uergs, Sebrae, Accie, Unindústria e empresas tecnológicas de ponta do município.

Comentários estão fechados.