URI 25 anos: atividades e espetáculo polonês foram as atrações do final de semana na Universidade

Momentos de troca de experiências e conhecimentos por meio de uma cultura que, há 100 anos, era uma das precursoras na formação do município de Erechim: a etnia polonesa. Assim foram as atividades promovidas pelos Grupos Polônicos, dentro do projeto “URI 25 Anos – Etnias e Culturas: o que nos une”, uma iniciativa dos departamentos da Universidade e as associações étnicas e culturais de Erechim e da região Alto Uruguai, em comemoração às bodas de prata da URI, completados no dia 19 de maio deste ano. As atrações também marcam o centenário de Erechim, a ser comemorado no dia 30 de abril de 2018.

Na sexta-feira, 17, os grupos realizaram uma Celebração Religiosa na Capela Santo Agostinho, dentro da Universidade. O momento, além de celebrar a religiosidade polonesa, também serviu para comemorar os 50 anos da Província das Irmãs Franciscanas da Sagrada Família de Maria, cuja Congregação foi da Irmã Wanda Szymla. Ela, juntamente com o Padre Walenty, fundaram o JUPEM.

No dia 18, uma intensa programação de atividades culturais foi realizada para apresentar as diferentes áreas da cultura polonesa. No turno da manhã, foram abordadas experiências educacionais e culturais na Polônia, quando adultos e jovens relataram suas vivências como acadêmicos ou como participantes em programas e cursos de curta duração. Através de suas experiências, eles motivaram os participantes para novas iniciativas, fortalecendo as atividades compartilhadas.

Ainda, foi realizada uma mesa-redonda com escritores, pesquisadores e estudiosos da História. O momento permitiu uma aproximação entre os participantes e oportunizou o contato com diferentes obras e autores, além de buscas por novas perspectivas na pesquisa de aspectos ainda pouco conhecidos e, o mais significativo, a abertura de novos horizontes. À tarde, foi realizada uma abordagem sobre Concertos de Música e de Dança Brasileiras em palcos poloneses.

Além dos relatos de vivências, os Grupos Polônicos promoveram oficinas que aproximaram os participantes da cultura. Foram momentos de canto, com canções populares e natalinas; Pisanki, produção de ovos decorados; e bordados. Por fim, a oficina de dança contemplou o Encontro de Grupos Folclóricos Poloneses – ENGRUFOPOL, com a participação dos grupos Auresóvia, Orzel Bialy e JUPEM.

A diplomacia polonesa também se fez presente nesse encontro, através do Consulado Geral de Curitiba. Estiveram presentes a vice-cônsul Dorota Ortynska e o Secretário-Geral Paulo Kochanny. Eles salientaram a mobilização da cultura polonesa nesse evento que marca os 25 anos da URI.

As atividades foram finalizadas com o espetáculo “Cultura, Amor e História”, uma apresentação dinâmica e alegre onde os grupos se revezaram no palco arrancando muitos aplausos do público que lotou o Salão de Atos. Todas as atrações destacaram a importância da cultura polonesa, através da alegria, união e harmonia da comunidade polonesa em um espetáculo único, dinâmico e vigoroso construído com a dedicação de todos os envolvidos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais