Se fala mais em animais que em crianças e idosos

Venho acompanhando atentamente a participação nos horários políticos dos candidatos a deputado estadual e federal, e o que tenho ouvido de promessas sobre que se eleitos vão resolver os problemas dos maus tratos com os animais, é algo impressionante. É muito positivo que este assunto chegue até a Assembleia Legislativa e ao Congresso Nacional, no entanto, pouco ou nada ouço falar sobre resolverem a situação das crianças abandonadas, as que vivem em situação de vulnerabilidade.
E até agora nenhum candidato a deputado, seja federal ou estadual, se referiu aos idosos. Afinal o Brasil está se transformando numa geração de idoso e pelo que venho acompanhando, os futuros deputados estão lembrando mais dos animais do que das crianças e dos idosos.

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.