Com o “primeiro-ministro” de Schmidt não tem tempo feio

O chefe do gabinete do governo Schmidt, Roberto Fabiani, na semana que passou nos concedeu entrevista no Estúdio Boa Vista da Rádio Cultura para fazer uma breve prestação de contas de quando estava à frente da Secretaria da Fazenda, e falar sobre qual será seu verdadeiro papel como chefe de gabinete do prefeito. Foi uma das entrevistas mais duras que realizamos nos últimos tempos, com uma grande participação de ouvintes através dos nossos instrumentos de interatividade, e em nenhum momento Fabiani perdeu a tranquilidade.
Desde a abertura da entrevista, foi chamado carinhosamente pela nossa equipe de “primeiro-ministro” do governo e disse que no gabinete, será uma espécie de faz tudo, desde ser um para-choque do prefeito, até ser o homem forte que vai cobrar metas e resultados de cada Secretaria.
Tenho absoluta certeza de que Luiz Francisco Schmidt fez a melhor escolha para ocupar esse cargo. Fabiani, além de ser uma pessoa de inteira confiança do prefeito, tem o respeito dos demais secretários e bom acesso aos partidos de oposição na Câmara de Vereadores, onde são maioria. Também tem boa circulação em vários setores da imprensa. Como diz um ditado popular, o prefeito “acertou na mosca”.

 

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.