Fiscalização será intensificada e suspensão geral das atividades permanece das 20h às 5h

Mesmo com a decisão por unanimidade do colegiado da Associação dos Municípios do Alto Uruguai (AMAU), na manhã desta terça-feira (23), em Assembleia Geral Extraordinária, onde os prefeitos definiram por unanimidade adotar a cogestão para a Bandeira Vermelha, a suspensão geral das atividades permanece até o dia 2 de março entre às 20h e 5h.

Ainda, é importante destacar que essa medida, decretada pelo Governo do Estado na noite de sexta-feira (19), desencadeou uma força tarefa em Erechim para fiscalizar os locais e garantir que o decreto fosse cumprido. Integram a força tarefa equipes técnicas e táticas da Vigilância em Saúde, Brigada Militar, Defesa Civil, Força Voluntária, Diretoria de Trânsito e Conselho Tutelar.

As atividades já começaram a ser executadas na noite de sábado (20) onde diversos estabelecimentos foram fiscalizados, fechados, além da abordagem de pessoas que faziam aglomerações e festas clandestinas. Vale lembrar que o descumprimento do decreto pode gerar interdição do estabelecimento, notificação, multa e ainda ser passível de cassação de alvará.

“As ações realizadas até o momento comprovam o empenho da nossa força tarefa em dar efetividade à determinação do governo para reduzir a circulação de pessoas nesses horários, que se mostravam os mais críticos para aglomerações. Seguiremos com esse mesmo compromisso para vencermos esse que é o pior momento da pandemia no RS. E continuamos contando, também, com o apoio e a consciência da população, que em sua maioria atendeu ao chamado para respeitar as restrições impostas por esse momento crítico”, afirma a chefe do Serviço de Vigilância Sanitária, Ana Paula Fagundes da Silva.

Vale lembrar que até a homologação do plano de atuação efetivado de Erechim pelo Governo do Estado do RS para cogestão em bandeira vermelha, o município segue com os protocolos de bandeira preta.

Assessoria de Comunicação Social – ASCOM
Prefeitura Municipal de Erechim