Etnias retratadas nas obras do Viaduto Rubem Berta

Com a proximidade do final do ano, momento em que várias pessoas chegam em Erechim, seja para visitar amigos e familiares, como para conhecer o município, o viaduto Rubem Berta passa, cada vez mais, a ser um novo local de turismo e cartão de visitas com as pinturas que estão em ritmo acelerado pelos artistas plásticos que ganharam a licitação, dentro de uma iniciativa da atual administração através da Secretaria Municipal da Administração

Após a conclusão da pintura dos personagens da história de Mogli, o Menino Lobo, na sede do 44 Grupo de Escoteiros Tupinambás, o que está chamando a atenção da população são as pinturas que retratam as etnias que colonizaram o município.

Para quem chega ao local, já pode ver concluída a obra da etnia indígena, como dos campos de colheita e o início da caracterização da etnia italiana, pinturas estas que chamam a atenção, não somente pela beleza e plasticidade, mas pelo resgate de nossa história. Até o final dos trabalhos, todo o viaduto receberá as imagens, como as muretas que estão sendo utilizadas para a pintura de imagens históricas desde a colonização de Erechim.

Comentários estão fechados.