Emater Solidária – Projeto Sabão Solidário beneficia famílias de Erechim e indígenas de Erebango

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Através do projeto Sabão Solidário, estão sendo produzidos barras de sabão que serão distribuídas para 200 familias de Erechim e famílias indigenas Guarani de Erebango. A ação faz parte de uma parceria entre o Instituto Federal do Rio Grande do Sul – Campus Erechim (IFRS), Emater/RS-Ascar, através do Escritório Regional de Erechim, e Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), juntamente com a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), que busca através de uma ação integrada o enfrentamento à Covid-19.

Na quinta-feira (18/06), a coordenadora do projeto Sabão Solidário pelo IFRS, Carine Popiolek, juntamente com as extensionistas da Emater/RS-Ascar, Nádia da Rosa e Melania Tesser, e o supervisor microrregional Valdir Zonin, fizeram a entrega simbólica para um grupo familias do Distrito Capo Ere de Erechim. Foram distribuídos 140 pacotes, com barras pesando meio quilo cada. O sabão foi entregue com um folder, produzido pela Emater/RS-Ascar, contendo receitas de produtos de limpeza e orientações sobre higienização. Carine destacou a importância da utilização do sabão para higienização das mãos no combate ao coronavírus. Segundo ela, a Instituição também está produzindo materias como álcool gel e máscaras, que serão distribuídos em hospitais, por meio de outros projetos.

Na sexta-feira (19/06), as barras de sabão foram entregues para indígenas Guarani da Reseva Indígena Mato Preto, em Erebango. Os kits com sabão e receita foram entregues na Unidade Básica de Saúde (UBS) para o cacique Joel Pereira, que repassou às famílias no local. O material foi entregue pelos extensionistas do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Erebango, Doriane Damin e João Paulo Meneses, acompanhados da extensionista rural Nádia da Rosa, juntamente com a professora da Instituto Federal, Denise Olkoski. Na oportunidade, o IFRS também fez a entrega de cestas básicas, que foram repassadas com o kits de sabão e receitas. O cacique Joel Pereira agradeceu à Emater/RS-Ascar e ao Instituto Federal. “A ajuda sempre vem em boa hora”, disse, ao agradecer em nome das famílias beneficiadas.

A extensionsita Nádia da Rosa observou que das 200 famílias contempladas, cem delas (50 de Erechim e 50 de Erebango) integram o projeto socioassistencial executado pela Emater/RS-Ascar, que visa atender famílias em vulnaberilidade, visando à inclusão social e produtiva, bem como a defesa e garantia de direitos das famílias que vivem no meio rural, potencializando o desenvolvimento social.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais