Ypiranga enfrenta o vice-líder pela Série C

O Canarinho iniciou o returno da Série C do Campeonato Brasileiro com vitória sobre o Joinville, no último sábado (16), no Colosso da Lagoa. O resultado serviu para recuperar a moral do grupo e dar tranquilidade para a sequência do trabalho. O Ypiranga abriu quatro pontos de vantagem sobre a primeira equipe da zona de rebaixamento, o Volta Redonda. Neste domingo, 24, às 15h30min, o Canarinho vai a Ponta Grossa, no Paraná, encarar o vice-líder Operário, pela segunda rodada do returno.
A partida será extremamente complicada, afinal, o clube paranaense possui um bom time e faz grande campanha na competição nacional. No primeiro encontro entre as duas equipes, em Erechim, vitória de virada do Ypiranga. Aliás, a atuação da equipe de Márcio Nunes naquela partida serve como modelo para o restante da temporada. Em minha opinião, o jogo contra o Operário no primeiro turno da Série C e a partida da volta contra o Lajeadense na Divisão de Acesso, foram as melhores atuações do time.
Um empate contra o Operário pode ser considerado grande resultado para o Ypiranga, uma vez que, nesta fase da competição cada ponto somado será importante na briga para fugir do rebaixamento ou buscar a classificação. Em caso de novos tropeços de Joinville e Volta Redonda nesta rodada, o próximo compromisso do Canarinho contra os cariocas do Voltaço, poderá ser o jogo da permanência na Série C do brasileiro.

Chegou e balançou as redes
A estreia do centroavante Hélio Paraíba com a camisa Canarinho não poderia ter sido melhor. Menos de 48 horas após desembarcar no Colosso da Lagoa, Paraíba balançou pela primeira vez as redes vestindo a 9 do Ypiranga. Apesar de ter atuado menos de 90 minutos e desperdiçado um pênalti no jogo contra o Joinville, Hélio Paraíba mostrou algumas qualidades que só um centroavante de referência sabe desempenhar. Não quero colocar a carroça à frente dos bois, mas acredito que a direção e o departamento de futebol acertaram em cheio na contratação do atacante.

Folha Salarial
Com as chegadas e saídas de alguns atletas após a eliminação do Ypiranga na Divisão de Acesso, o clube diminuiu sua folha de pagamento. Segundo fontes internas, a folha salarial do segundo semestre deverá girar em torno de R$110 mil. Na temporada passada, durante a disputada da Série C e Copa da Federação Gaúcha, o gasto com a folha era mais que o dobro do atual.

Ypiranga poderá jogar a Copinha
Nesta semana recebi informação de dentro do Colosso da Lagoa, dando conta de uma possível participação do Canarinho na Copinha. Segundo a fonte, o assunto está sendo tratado pela direção do clube. Disputar a Copa FGF seria importante, se for verdade que em 2019 o clube verde-amarelo não receberá cota da Federação Gaúcha de Futebol, em caso de título na Copinha, o Ypiranga poderia disputar a Copa do Brasil, que hoje é a maior fonte de dinheiro entre as competições nacionais que um clube pode disputar. Além da possibilidade de conquistar uma vaga na Copa do Brasil, seria a oportunidade de deixar todos os atletas do grupo em ritmo de jogo.

Sonho x Realidade
Tão difícil quanto não ver o Canarinho jogar o Campeonato Gaúcho de 2019, será ver o Aimoré novamente na elite do futebol estadual. Acredito que o sonho de todos os apaixonados pelo futebol gaúcho era ver Ypiranga e o Pelotas disputando a mais importante competição do estado, no entanto, não fomos competentes para eliminar o Índio Capilé. O que nos resta é lamber as feridas e tentar buscar o acesso na próxima temporada.

 

Por Fabio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais