Vereadores solicitam que Prefeitura reveja a suspensão de contratos temporários de profissionais da rede municipal

Na última segunda-feira (20), durante a realização da décima sessão ordinária do Poder Legislativo erechinense em 2020, a vereadora Sandra Picoli (PCdoB) levou ao plenário um importante pedido de providências referente à situação de profissionais temporários e estagiários lotados na rede municipal de ensino. Subscrito por outros 11 parlamentares, o documento tem por finalidade solicitar ao Poder Executivo que reveja a suspensão dos contratos dos trabalhadores em questão, já que dependem de suas atividades para sustento e necessidades básicas.

De acordo com os vereadores, embora os efeitos da pandemia do novo coronavírus façam recorrentes estragos na economia, é preciso avaliar melhor de que forma realizar medidas de supressão de gastos, a fim de não prejudicar a população. “Em um momento onde todos precisam colaborar para que vidas sejam salvas, não só pela contaminação do vírus, mas também por outros fatores gerados pela pandemia, faz-se necessário que a Prefeitura revise a suspensão dos contratos e não permita que esses profissionais e estagiários fiquem sem remuneração”, afirma.

Abaixo-assinado – Também na segunda-feira, foi entregue aos parlamentares um abaixo-assinado referente ao assunto, organizado pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e pela União Estadual dos Estudantes (UEE-RS). O abaixo-assinado foi anexado ao pedido de providências, e encaminhado ao setor competente do Executivo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais