Nos próximos meses o comércio terá um extra de R$ 30 milhões

Numa época de dificuldade em função do coronavírus, onde pessoas mais carentes passam necessidades e o comércio fica fragilizado, o auxílio emergencial do governo dá um ânimo a curto prazo.

Segundo o deputado suplente e funcionário da Caixa Econômica Federal, Paulo Polis, Erechim deverá receber aproximadamente R$ 30 milhões. “São mais de 15 mil pessoas que estão recebendo o auxílio, o que deve totalizar cerca R$ 30 milhões”, relatou Polis.

Os valores não resolverão todos os problemas das pessoas e comércio da nossa cidade, mas ameniza a situação até a retomada da economia.

Por Egidio Lazzarotto 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais