Prefeitura confirma aluguel das instalações que eram do Colégio Barão do Rio Branco

O prefeito de Erechim, Paulo Polis e a secretária de Educação, Verenice Lipsch, confirmaram em uma reunião na tarde de quinta-feira (21), com o proprietário do prédio que abrigava o Colégio Barão do Rio Branco, a locação do espaço, para abertura de uma Escola de Educação Infantil, que deve ajudar a suprir a alta demanda por vagas nessa área, que hoje chega entorno de 1300 crianças.

A nova escola vai se chamar EMEI Barão do Rio Branco e terá capacidade de 500 vagas para educação em tempo integral ou mais de mil em tempo parcial. “Nesse primeiro momento, vamos trabalhar para viabilizar a escola em tempo integral que é uma necessidade da comunidade”, explica a secretária de Educação, Verenice Lipsch. Uma comissão foi montada para avaliar o prédio, a viabilidade e o custo do aluguel. A locação terá um valor mensal de 33 mil reais que será pago com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB). A partir de agora, a Secretaria de Educação vai encaminhar a documentação necessária, definir a equipe da nova escola, e também avaliar a possibilidade da compra da mobília do antigo colégio, que ainda está no espaço e será leiloada. A meta é contar com a nova escola para o ano letivo de 2021, que deve iniciar no mês de março. “Vamos viabilizar a comprar dos móveis, assim poderemos atender a demanda de vagas da população o mais rápido possível. Faremos as adequações necessárias para atender apenas a Educação Infantil na nova escola”, pontua a secretária de Educação. A secretaria também deve encaminhar a contratação emergencial de professores, para atender a demanda da nova escola e de outras existentes, visto que não é feito concurso no município desde 2015.

O Colégio Barão do Rio Branco fechou em janeiro de 2020. O prédio que abrigava a Igreja, não faz parte do prédio da escola, que foi leiloado ainda no ano passado e comprado pelo atual proprietário. O prefeito Paulo Polis, comemorou a agilidade dos trâmites, o que vai possibilitar atender a demanda dos pais que precisam de vagas para os filhos. “Vamos devolver a Escola Barão para Erechim, é um aluguel com preço justo, e que principalmente, vai suprir uma carência social que é muito importante na área de vagas da Educação Infantil”, finaliza.

Retorno das aulas

Depois de um ano letivo completamente atípico, que foi concluído no dia 12 de Janeiro, a Secretaria de Educação prepara a volta as aulas presenciais, nesse primeiro momento, de forma escalonada, conforme definido pelo Governo do Estado. A previsão de início é para o mês de março. “Nosso objetivo é retornar com as crianças e estudantes, mas dependemos das orientações dos órgãos da saúde e do Decreto do Governador. Estamos nos organizando para atender com todos os protocolos, com o cuidado a vida. Vamos trabalhar isso junto com os secretários da AMAU”, esclarece a secretária de Educação.

Por Assessoria de Comunicação Social – ASCOM
Prefeitura Municipal de Erechim