PCH Forquilha IV vende energia em leilão

Usina que será construída tem participação da Creral

 

ponte entre Maximiliano de Almeida e Machadinho

O projeto da PCH Forquilha IV foi um dos vencedores do leilão de energia A-6 realizado ontem (20) pelo governo federal. O empreendimento orçado em R$ 74 milhões será construído pelas cooperativas Creral de Erechim, Coprel de Ibirubá, Ceriluz de Ijuí e empresários de Erechim.

 

O presidente da Creral Alderi do Prado, destaca que a venda da energia no leilão é por 30 anos e foi comprada por cerca de 15 distribuidoras do país.  O valor total comercializado neste período de contrato é de R$ 287 milhões, a serem corrigidos anualmente. Alderi, também explica que o leilão A-6 (A menos 6) quer dizer que a energia comercializada será entregue daqui a seis anos, ou seja, em 2023. Como a previsão é de que Forquilha IV fique pronta no final de 2019, toda e energia a ser gerada antes deste prazo será vendida no mercado livre.

 

A PCH Forquilha IV terá potência instalada de 13 MW e será construída entre os municípios de Maximiliano de Almeida e Machadinho. O projeto obteve este ano a licença ambiental da Fepam e a outorga da Aneel. A obra começa ainda no primeiro semestre de 2018.

 

Enquanto se prepara para construir uma nova usina, a Creral está trabalhando para finalizar a construção da Termelétrica São Sepé, movida a casca de arroz. A térmica terá potência instada de 8 MW e também teve a energia vendida em leilão no ano de 2015.

 

 

 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.