Consórcio Stacione apresenta tecnologia do estacionamento rotativo para administração municipal

Na manhã desta quarta-feira (20), foi realizada mais uma etapa prevista no edital do processo licitatório, que prevê a concessão do estacionamento rotativo pago em Erechim. No Salão Nobre, representantes da Consórcio Stacione Rotativo, empresa homologada como vencedora do certame, apresentou audiovisual sobre a tecnologia que será empregada. O prefeito Luiz Francisco Schmidt, o vice Marcos Lando e secretários municipais, acompanharam a atividade. Logo após, foi realizada a fase de teste e demonstração do sistema para os gestores do contrato, secretários municipais, diretoria de trânsito, vereadores e imprensa, na Av. Maurício Cardoso. Essa se configura como a última etapa do processo e, se aprovado, o contrato com a vencedora da licitação será assinado.

Durante a explanação, o consultor técnico da empresa, Rafael Valdemir da Rosa, explicou que os usuários terão diversas ferramentas para aquisição dos tickets e para recarga. Além do parquímetro, que aceitará moedas e cartão de crédito e débito, haverá comercialização por aplicativo de celular, pontos de venda e, com os monitores, que também terão equipamento para aceitar a compra com cartão de débito e crédito.

A plataforma a ser aplicada em Erechim, prevê gestão, comercialização e fiscalização de todo o processo. O sistema permite o controle em tempo real da comercialização, com gestão e administração completa dos pontos de venda, parquímetros, monitores e aplicativos, com acompanhamento pela administração municipal, que terá acesso a estes dados, por meio de um sistema integrado. Com o monitoramento online, a fiscalização será mais efetiva com aviso de irregularidades, validação de e-tickets, emissão de advertências e consulta de veículos. Para a fiscalização, também será utilizada uma motocicleta equipada com câmeras que identificará a placa dos veículos em tempo real.

Em se tratando de gestão, a administração municipal terá acesso às informações como arrecadação, ocupação de vagas, pagamento e rastreamento da fiscalização dos monitores.

Os parquímetros que serão instalados na zona azul e na zona verde, não necessitam de ligação elétrica. Desse modo, não são utilizados fios e nem há a necessidade de danificar as calçadas para a sua instalação. Cada equipamento fixo, tem uma célula solar que alimenta de forma automática os parquímetros, que é o que há de mais moderno em ferramentas para gestão de estacionamento rotativo público.

O secretário de Administração, Valdir Farina, disse que o objetivo é que a empresa inicie as atividades o mais rápido possível. A expectativa é de que até o final de janeiro, o sistema já esteja implantado nas principais ruas da área central da cidade.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.