Idosos que recebem o BPC devem se recadastrar nos CRAS ou na Cidadania

56

O governo federal estabeleceu prazo até o final do ano para que os municípios concluam o recadastramento das pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O BPC é um auxílio assistencial no valor de um salário mínimo destinado ao idoso a partir de 65 anos e a pessoa com deficiência. Para receber é obrigatório que a família esteja inscrita no Cadastro Único.

A Secretaria Municipal de Cidadania, informa que os idosos que recebem esse auxílio tem até o dia 31 de dezembro de 2017 para se recadastrar, sob pena de terem seu nome excluído do Cadastro Único, perdendo assim, o benefício. Já as pessoas com deficiência e que recebem o auxílio, tem até o final de 2018 para se cadastrar.

Tem direito ao BPC idosos com mais de 65 anos, que não contribuíram com a Previdência Social e possuem uma renda per capita de 1/4 do salário mínimo. As pessoas que recebem o auxílio não têm direito ao 13º salário por não se tratar de lei trabalhista.

A responsável pelo Cadastro Único em Erechim, Franciele Fantinelli, informa que os endereços fornecidos foram todos visitados para o recadastro, no entanto, cerca de 80 famílias não foram encontradas, por não manterem atualizados os endereços junto a Secretaria Municipal de Cidadania.

Para realizar o cadastramento, a responsável pela família deverá comparecer no CRAS mais próximo ou no setor de Cadastro Único para realizar o cadastro, levando o CPF de todas as pessoas que moram na residência.

As informações sobre o Cadastro Único para beneficiários do BPC poderão ser obtidas através do número 0800 707 2003 ou na própria Secretaria Municipal de Cidadania 3522 9242, no setor de Cadastro Único.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.