Livrarias de fora de Erechim serão maioria

A Feira do Livro de Erechim contará com poucos livreiros locais nesta edição – 25% do total, apenas. Conforme os organizadores, 12 livrarias de outras paragens resolveram apostar na Feira, contra apenas 4 oriundas da Capital da Amizade.
Detalhe: Neste ano, a secretária de Educação, Vanir Bombardelli, optou por cobrar pelo espaço dos livreiros (R$ 1.200,00 pelo estande de 20m²).
Fazer da cultura um ‘negócio’ é um ponto de vista; que, no entanto, destoa do discurso e de outras ações da gestão municipal.

 

Por Salus Loch

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais