Escolas Públicas Municipais são destaque pelo desempenho no IDEB – 2017

Desenvolvido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica o Ideb é o principal de avaliação da qualidade do ensino no Brasil.

O levantamento, realizado a cada dois anos, leva em conta o desempenho escolar, que são as notas obtidas nos exames da Prova Brasil ou no Sistema de Avaliação da Educação Básica, e o rendimento escolar, no qual consta a taxa média de aprovação dos estudantes.

De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Educação, as escolas públicas municipais de Erechim obtém nota superior à média nacional tanto nos anos iniciais quanto dos finais do Ensino Fundamental em que o melhor desempenho está nos anos iniciais que é de (6,3) acima da média nacional que é de (5,8) e (4,9) nos anos finais, sendo que a média nacional é de (4,7).

Conforme a Lei n.º 5.485, de 05 de novembro de 2013, Art. 3º, as Escolas Municipais de Ensino Fundamental Paiol Grande e Othelo Rosa, por meio dos servidores elencados na Lei, receberão em uma única parcela uma premiação em valores por terem conquistado dentre as escolas públicas municipais, a melhor evolução e desempenho no ano de 2017.

Reconhecimento também a EMEF Cristo Rei pela melhoria nos índices dos anos finais em relação a avaliação anterior e a EMEF D. Pedro II pela melhoria nos índices dos anos iniciais em relação a avaliação anterior. Dentre as escolas públicas municipais, a EMEF Luiz Badalotti obteve a maior nota no índice do IDEB, nos anos iniciais, que é de (7,0).

A secretária Municipal de Educação, Vanir Clara Bernardi Bombardelli salienta que todas as escolas devem ser reconhecidas pelo esforço na busca da melhoria da educação. “E que construímos uma caminhada passo a passo e cada avanço deve ser comemorado, encorajando a todos a dar o seu melhor, pois acreditamos que o índice do IDEB não é apenas um número que se resume as notas da Prova Brasil, que envolve fatores como índice de reprovação, distorção idade série e evasão escolar. É o resultado de um trabalho que poderá mudar a vida e influenciar o futuro desses estudantes”, finaliza.

Comentários estão fechados.