Tosse em pets: como evitar e qual o melhor tratamento

A médica veterinária Raquel Chappuis destaca que, embora seja um mecanismo natural de defesa, a tosse pode ser a manifestação clínica de uma variedade de doenças

A chegada do inverno e dos dias frios é responsável, em muitos casos, pelo aumento da tosse em animais de estimação. Embora estejam mais expostos ao vírus da gripe, devido à época do ano, a gripe canina não é a única causa da tosse em pets. Temperaturas mais baixas, em alguns casos, confundem os tutores de pets, que acabam pensando que seus animais estão com o vírus da gripe e, ao invés de procurar um veterinário para o diagnóstico, acabam automedicando seu animal com remédios de uso humano que, além de não ser recomendado, pode causar intoxicação e levar os pets a óbito.

Preocupada com estes casos, a médica veterinária da Clínica Tropical, Raquel Chappuis destacou que a chegada do inverno deixa os pets mais suscetíveis as doenças do tratorespiratório. Animais mais jovens e idosos acabam ficando mais predispostos ao vírus por conta da imunidade mais baixa. Raquel destaca que, nestes casos de dias mais frios, é importante manter seu animalzinho em um local livre de correntes de ar, onde possa se proteger do frio e da chuva. Caso o proprietário banhe seu animal em casa, sempre garantir que o pelo fique totalmente seco, evitando o surgimento de resfriados, além de possíveis problemas de pele. Sempre que possível, Raquel lembra da importância de evitar lugares com grande concentração de animais, devido ao risco de contaminação.

Na rotina clínica a veterinária destaca que a tosse é uma queixa mais frequente em cães do que nos gatos. Entre as causas mais comuns observadas em cães está o colapso de traqueia, doenças cardíacas que proporcionem o aumento do átrio esquerdo, traqueobronquite (Tosse dos Canis), e outras. Já nos gatos, a tosse é uma manifestação clínica menos frequente e, quando presente, pode estar associada com a inalação/ingestão de bolas de pelos, asma e bronquite.

O tratamento, por sua vez, dependerá da enfermidade que ocasionou este sintoma (tosse). Cada caso deve ser avaliado por um profissional veterinário que procederá com o diagnóstico correto baseado na sintomatologia clínica que o animal manifesta. “É muito importante que o tutor não realize o tratamento domiciliar com receitas caseiras ou aceite o conselho de um amigo que já teve o animal com o mesmo problema. Deve sempre levar ao veterinário o quanto antes para diagnosticá-lo e medicar de maneira correta, já que a doença pode se agravar colocando a vida do seu animal em risco” explicou a médica veterinária.

Em alguns casos, no entanto, quando os proprietários optam pela não realização de exames que auxiliam no diagnóstico, a tosse pode persistir mesmo depois do tratamento. Se isso ocorrer, Raquel lembra que o primeiro passo é avisar o profissional que está tratando o animal. “Ele provavelmente realizará exames complementares como radiografias, ultrassom, exames sanguíneos, eletrocardiograma, e outros. Assim, o veterinário poderá diagnosticar melhor a causa da tosse e a persistência desse sintoma mesmo após ter iniciado o tratamento”, destacou.

Vacine seu pet conosco

Raquel aproveita a pauta e lembra que os cães devem ser vacinados contra a traqueobronquite. Para os felinos, é importante aplicar a vacina das viroses, que protege entre as doenças virais, a rinotraqueíte, causa mais comum de tosse em gatos. Ambas as vacinas possuem reforço anual, atuando como um método preventivo, evitando assim, complicações na saúde do seu bichinho.

Todo cuidado que eles merecem

Atendendo toda a região do Alto Uruguai, a Tropical Clínica Veterinária está localizada em Erechim e conta com três veterinários especializados em cuidar de seus melhores amigos: Felipe Gustavo Scisleski, especialista em clínica médica e cirúrgica de pequenos animais e pós-graduando em dermatologia veterinária de pequenos animais, Wagner Dezordi, pós-graduado em clínica e cirurgia de pequenos animais e Raquel Chappuis. Precisa de ajuda? Conte conosco e agende uma consulta. Também atendemos à domicílio, dentro do perímetro urbano. A clínica está localizada na rua JB Cabral, n° 87 e o horário de funcionamento é das 8h às 19h. Mais informações pelo contato (54) 3522-9021.


Comentários estão fechados.