Flertando com rebaixamento, Ypiranga enfrenta o Tombense

A sequência de empates do Ypiranga na Série C vem deixando a situação do clube cada vez mais incerta no certame nacional. A última vitória aconteceu no dia 16 de junho, na partida contra o Joinville. A palavra vitória parece ter sumido do vocabulário Canarinho neste returno. Em cinco jogos, o time comandado por Márcio Nunes conquistou apenas uma vitória. O que me preocupa é um certo discurso de que “tudo está bem”. Este não era o discurso de alguns “homens do futebol” quando o time estava ganhando. Não foram poucas as mensagens que recebi de dirigentes tratando este grupo como qualificado, o que convenhamos, nunca foi verdade.
Antes que façam qualquer alusão a situação financeira do clube, quero dizer que entendo perfeitamente as dificuldades, mas é preciso ter coerência com os discursos. O futebol é muito dinâmico e exige cautela de seus dirigentes. Até pouco tempo atrás, antes do jogo contra o Aimoré, pela semifinal da Divisão de Acesso, alguns dirigentes estavam tão eufóricos com os resultados, que projetavam uma classificação na Série C. Agora, faltando quatro jogos para terminar o certame nacional, onde o Canarinho flerta com o rebaixamento, eis que surgem algumas vozes no Colosso da Lagoa dizendo que o objetivo é a manutenção na Série C.

Pra cima de mim, não!
Alguma coisa precisa ser feita para retirar esta aura ruim que se instalou no clube após aquela fatídica partida contra o Aimoré, no estádio Cristo Rei, em São Leopoldo. É hora de remobilizar o grupo, a comissão técnica e tentar fazer com que o cenário mude, caso contrário o rebaixamento será inevitável. O presidente Adilson Stankiewicz precisará reunir seus homens de confiança do departamento de futebol e dar a eles esta incumbência. Navegar em águas calmas é fácil, difícil é navegar em águas turbulentas. Este é o momento dos dirigentes chamarem a responsabilidade. Os profissionais que aí estão são passageiros, os dirigentes não. Eles permanecerão na cidade e em contato direto com o torcedor.

Confronto Direto
Neste sábado, 21 de julho, às 15h30min, o Ypiranga enfrenta a Tombense, no estádio Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos, Minas Gerais. A partida vale pela 15ª rodada da Série C do brasileiro e será mais um confronto direto entre duas equipes que tem como objetivo fugir da zona da degola. A diferença do Canarinho para o time mineiro é de apenas um ponto.

Química com a torcida
O presidente Adilson Stankiewicz é uma das figuras mais qualificadas que pintaram pelos lados do Colosso da Lagoa nos últimos tempos. Sujeito com perfil agregador, de bom trato com as pessoas e que possui enorme respaldo na comunidade regional. Apesar disso, este é um dos times dos últimos anos que possui menos química com o torcedor. Não foram poucas as oportunidades em que observei jogadores fazendo gols, virando para torcida e fazendo algum tipo de gesto. Até mesmo membros da comissão técnica perderam a cabeça e discutiram com torcedores. A química, de fato, não rolou em 2018.

 

Por Fabio Lazzarotto

Comentários estão fechados.