As disputas e as brigas internas dos partidos para 2020

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Faltando pouco menos de dois anos para o início da campanha visando as eleições municipais de 2020, já começam surgir algumas especulações sobre futuros candidatos a prefeito de Erechim. Entre os nomes, o do próprio Luiz Francisco Schmidt, por mais que este diga que não concorrerá. Se realmente Schmidt optar pela candidatura a reeleição, não haverá nenhuma disputa interna dentro do PSDB.
Já o vice-prefeito, Marcos Lando (PDT), vem afirmando para todo mundo, que será candidato a prefeito, mas para isso, vai ter que enfrentar uma forte batalha dentro do próprio partido, onde estaria sofrendo um desgaste natural. Além disso, Lando vai ter que torcer e trabalhar muito para que André Jucoski se eleja deputado federal, caso contrário, André seria um grande concorrente dentro do PDT.
Outro que já é mais candidato do que todos é o Flávio Tirello (PSB) e não deve enfrentar disputa interna. Já o vereador Claudemir Araújo (PTB), se não tiver êxito na corrida a Assembleia Legislativa (AL), será candidato a prefeito. Neste caso resta saber se será pelo PTB ou por outra sigla.
Pelo lado do PT, se Lucas Farina não se eleger como deputado estadual será o candidato natural dos trabalhadores, mas se alcançar a AL, o nome de Ivar Pavan surge com muita força dentro do partido.
No MDB, se Paulo Polis se eleger deputado federal, o partido deverá ter uma disputa acirrada entre Ana Oliveira e o vereador Rafel Ayub. Já se Polis não se eleger, pode vir a concorrer. Apesar de ser quase que uma unanimidade dentro do MDB, ele poderá ter que disputar com Ayub.

 

Por Egidio Lazzarotto

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais