Município assina primeiro processo licitatório para transporte coletivo em sua história

Dentro das comemorações que o município de Erechim vem vivendo nos seus 100 anos de emancipação, entre as mais significativas, está a assinatura, pelo prefeito Luiz Francisco Schmidt, do Contrato Administrativo de Concessão do Serviço Público de Transporte Coletivo de Passageiros com a Empresa de Transportes Gaurama, que ganhou o primeiro processo licitatório dentro da história do município, e que continuará prestando o serviço à comunidade.

O ato de assinatura ocorreu na manhã desta quarta-feira, 20, no Salão Nobre da Prefeitura Municipal e contou com a participação dos secretários municipais, vereadores, AGER, direção da empresa vencedora, imprensa e convidados.

O presente instrumento decorreu de uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual, em cujo processo ocorreu a anulação do contrato então vigente, e foi determinado que o Município realizasse processo licitatório previsto pela Lei Federal de número 8.666/93, momento em que também determinou que a empresa mantivesse a prestação dos serviços públicos, sem previsibilidade de aumento da tarifa.

Todos os procedimentos legais foram cumpridos e, ao final, sagrou-se vencedora a Empresa de Transportes Gaurama, que terá 120 dias para iniciar a operação da concessão. O valor da outorga da concessão é de R$ 5 milhões, que será pago em cinco parcelas anuais. A concessão será pelo prazo de 25 anos, podendo ser prorrogada por mais cinco anos estando condicionada a avaliação dos serviços prestados pela concessionária.

Dentro dos objetivos do contrato, a delegação de concessão destinada à prestação do Serviço Público de Transporte Coletivo de Passageiros, no município de Erechim, através da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social.

A concessão constitui um lote único de serviço, denominado Sistema de Transporte Coletivo Público e sua operação se dará em quaisquer roteiros, locais, trechos e horários que se fizerem necessários dentro da área de abrangência do Sistema, sob homologação, visando atender as demandas de transporte da comunidade, mantido sempre equilíbrio econômico-financeiro do contrato. A relação das linhas de rede estão descritas no projeto básico que compõe o Edital de Concorrência de número 06/2016.

A prestação do serviço compreenderá a mobilização, operação, conservação, limpeza, manutenção e reposição de veículos, equipamentos, instalação e outros, conforme especificado no contrato assinado, atendendo as necessidades de transporte da comunidade em conformidade com o crescimento e dinâmica da cidade.

A área de abrangência corresponderá à zona urbana do município de Erechim, e os serviços deverão ser prestados de acordo com o Projeto Básico/Termo de Referência com a composição de itinerários do serviço.

Manifestações:

O secretário de Obras Vinícius Anziliero destacou que este foi um processo longo, audacioso e muito bem fiscalizado pelo município e pela AGER. “Este é um momento muito importante para a história de Erechim, um trabalho iniciado em 2016 e que está sendo concluído no dia de hoje”

Valdir Farina, secretário da Administração pontuou que o processo foi demorado, mas que havia a necessidade de se seguir todos os trâmites. “De suma importância o fato de que todos os empregos serão mantidos e haverá, a partir de agora, um processo de melhorias”.

Juarez Sandri, presidente da AGER, garantiu que o momento foi histórico, mas o mais importante é o resultado que se chegou dentro deste processo. “Nossa função será olhar para o Executivo, o usuário e a empresa prestadora”.

João Batistus, diretor da empresa lembrou que a assinatura não é apenas uma formulação jurídica, mas é feito por todos os erechinenses. “Nascemos e estamos comprometidos com o município de Erechim. A tarifa tem que ser justa e devemos fazer um transporte de acordo com o que o município merece”.

O presidente do Legislativo, Rafael Ayub ressaltou que este é um momento em que o Executivo possui uma ferramenta para cobrança, um contrato que irá trazer mais conforto e segurança para os usuários.

Por fim, o prefeito Luiz Francisco Schmidt destacou que a preocupação do município está em fazer o certo e o melhor, pois a cidade é de todos, seja dos vereadores ou do prefeito. “Uma determinação legal, mas uma esperança de que a empresa terá o resultado de seus investimentos no município. Haverá o dia em que todos usarão o transporte coletivo. A cidade é nossa, mas se tem alguém para brigar por ela, este sou eu”, finalizou

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais