Fecomércio-RS entrega Agenda Legislativa em Brasília

Vice-presidente da Federação, Francisco José Franceschi, participou da solenidade

Depois de fazer a entrega da Agenda Legislativa para os deputados estaduais em Porto Alegre, a Fecomércio-RS foi até Brasília na quarta-feira, dia 14, para entregar a publicação aos deputados federais gaúchos. A Agenda Legislativa 2018 lista projetos de lei e outras proposições em tramitação em nível estadual e federal que impactam direta e indiretamente as empresas do setor terciário. O lançamento ocorreu na Câmara de Deputados e foi prestigiado por cerca de 17 parlamentares, entre eles os senadores Ana Amélia Lemos e Lasier Martins. Participou da solenidade o vice-presidente da Fecomércio-RS, Francisco José Franceschi.

De acordo com o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, a Agenda Legislativa busca tornar o Estado e o país lugares melhores para se produzir e para se viver. Segundo ele, para alcançar esse objetivo é preciso melhorar o ambiente de negócios por meio da simplificação de regras e incentivo ao empreendedorismo e à concorrência. “Um setor público financeiramente equilibrado para cumprir suas funções é essencial, por isso buscamos dialogar e colaborar com o parlamento, trazendo nossas contribuições para prever resultados e encontrar soluções para os mais diversos problemas que as empresas e a sociedade enfrentam”, afirmou o dirigente, destacando que os posicionamentos que constam na publicação refletem as bandeiras defendidas pelos empresários do setor terciário, formado atualmente por mais de 570 mil estabelecimentos no Estado.A senadora Ana Amélia Lemos reafirmou sua admiração pela Agenda Legislativa e pelo setor empresarial que, junto à Federação, se “articula, aglutina, junta e dialoga” com o setor público até mesmo nos momentos mais dramáticos como a busca por medidas para a recuperação da crise e para o ajuste fiscal. “Eu não poderia deixar de estar presente em um momento como esse pois em todos os momentos a Fecomércio-RS defende as causas de efeitos estaduais e nacionais dos empresários do comércio, mas respeitando sempre as posições políticas dos nossos parlamentares”, finalizou a senadora.

A sétima edição elenca 119 proposições relevantes, sendo 44 estaduais e 75 em nível federal, que recebem posicionamento da entidade. A publicação, que teve início em 2010, contém os principais projetos que são acompanhados permanentemente pela Federação junto a Assembleia Legislativa e ao Congresso Nacional, com o parecer dos empresários do comércio, serviço e turismo sobre os temas que repercutem no cotidiano de suas atividades.

A Agenda Legislativa 2018 traz matérias que dizem respeito a diversos aspectos da economia, entre eles, gestão pública, sistema tributário, legislação trabalhista e sindical e relações de consumo.

Comentários estão fechados.