Erechim traz tecnologia e inovação com o uso do patinete elétrico

A startup Mobile precursora do projeto traz uma nova roupagem de patinete elétrico, diferente dos utilizados no mercado quando foi o “boom” dos patinetes, em 2017. Desenvolvido na incubadora tecnológica de Erechim, a ideia é efetivar uma alternativa de mobilidade urbana e, ao mesmo tempo, estimular a sustentabilidade ao causar menos danos ao meio ambiente.

Para entender melhor a ideia vamos conversar com um dos criadores do projeto Alaércio de Paris, engenheiro, que nos explica a novidade do patinete. Sabe-se que o patinete comercializado hoje, no mercado, é diferente deste que foi projetado em Erechim.

Pensamos em estabilidade e conforto no nosso patinete elétrico. A pessoa pode andar com os dois pés, um ao lado do outro, pois sua base é mais larga. Com isso é possível ocorrer menos quedas e desequilíbrios. Sem contar no ângulo de inclinação maior, o que permite ao usuário manobrar com mais facilidade. Esses diferenciais geram certamente maior segurança para o condutor. “O patinete contém pneus aro 20, isso permite subir até o meio fio que não vai te derrubar, ou seja, são mais resistentes as imperfeições das ruas.”

Conforme a resolução nº 465 de 2013 do Contran, (Conselho Nacional de trânsito), o patinete atente ao limite máximo de velocidade 20km/h. Toda essa tecnologia vai além. O patinete conta com um sistema de frenagem – freio a disco em ambas as rodas, possibilitando um frear com maior eficiência.

Segundo Alaércio,  esse patinete não foi feito para te derrubar, por isso enfatiza:“ Volto a dizer que este não é o patinete que vai deixar o cara na mão, ele é sim o meio de transporte super seguro que pode andar na avenida, na calçada, na ciclovia, ele pode andar na estrada de chão, calçamento, enfim”.

Conforme as pesquisas e estudos realizados pela equipe, o patinete consegue atender à cidade, tranquilamente.  O interessante é que toda tecnologia e inovação foi pensada, desenvolvida e produzida por engenheiros de Erechim. Isso aconteceu na Incubadora citada anteriormente. Todo o projeto foi custeado com recursos dos sócios. Quando começou a ideia do projeto, a equipe era formada por três membros e hoje a equipe é composta por quatro, que formam o cérebro e o copo da Mobile.

A população pode aguardar que em breve será realizado o evento de lançamento no qual o equipamento poderá ser testado e aferido na sua importância para a mobilidade urbana.

Mobilidade / Patinete  

O patinete atualmente não é algo novo que nunca ouviu falar mais é sim o meio de transporte polêmico e que traz para as grandes cidades mobilidade rápida para o cidadão ir até o trabalho, a escola, fazer suas atividades diárias.

E pensando em todas essas questões de mobilidade urbana que a Startup analisou em que soluções poderiam oferecer para a cidade.

O intuito é trazer mais tecnologias adaptáveis ao patinete. É de pequeno porte, baixo peso, versatilidade para que todo mundo possa utilizar.

Trazendo mais uma alternativa para o cidadão, aumentando as opções de deslocamento e diminuindo a poluição ambiental.

Tendo em vista que o patinete elétrico não gera os gases poluentes que os veículos comuns produzem com o combustível.

Por Regiane Ferreira

 

Comentários estão fechados.