Ypiranga inicia oficialmente os trabalhos para 2018

No Ypiranga, o ano de 2018 começou na última terça-feira, 17, com a apresentação do novo departamento de futebol e do gerente de futebol, Renan Mobarack. As primeiras ações da nova direção do Canarinho têm sido coerentes com os primeiros discursos do presidente Adilson Stankiewicz.

Conheço e acompanho o trabalho de Mobarack desde 2014 quando ele veio ao Colosso da Lagoa com a missão de recolocar o Ypiranga na elite do futebol gaúcho. Mesmo tendo sido o responsável pela montagem do grupo de jogadores na época, deixou o clube dois dias antes da estreia contra o Santa Cruz, no estádio dos Plátanos, em Santa Cruz do Sul. Apesar dos méritos terem sido absorvidos pelo treinador Leocir Dall’Astra e o então presidente Osvaldino Fuzzinato, Mobarack foi a cabeça pensante do projeto que deu frutos por mais dois anos.

Não tinha nome melhor para assumir o comando de futebol do clube. Na entrevista de apresentação, o novo gerente de futebol reiterou que a margem de erro nas contratações precisam estar próximas a zero, afinal, as condições financeiras do clube não são boas e um clube como o Ypiranga, quando cai, precisa voltar no ano seguinte, caso contrário as dificuldades aumentam para retornar a eleite do futebol gaúcho. O perfil do novo treinador foi deixado claro por Mobarack na entrevista coletiva: “Não faremos aposta!”. Até o momento surgiram pelo menos seis nomes para assumir o comando técnico Canarinho, mas, segundo minha percepção, Benhur Pereira é o mais próximo do consenso no departamento de futebol e tem aprovação do presidente e do gerente de futebol.

Se Benhur Pereira for anunciado como novo treinador do Ypiranga, mais um ponto positivo para a atual direção. Pereira é experiente, conhece muito bem a Divisão de Acesso, onde já recolocou dois time na primeira divisão. A partir do momento que for anunciado o nome do novo treinador, começa a busca por jogadores, que já tem um perfil traçado por Mobarack e o departamento de futebol. O que me deixa mais otimista neste início de trabalho da nova direção, é o planejamento das ações. Nada está sendo na base do achismo, como acontecia até pouco tempo. Em qualquer coisa que vamos fazer na vida precisamos planejar e, no futebol não é diferente.

O trabalho que está  iniciando agora pode não dar resultados dentro de campo, afinal, o futebol não é uma ciência exata. No entanto, quando existem pessoas que entendem do assunto e tem planejamento, as possibilidades de acertos são grandes e os erros são minimizados. O próximo nome que poderá ser anunciado pela direção é o de Ale Andreis, que retornaria para assumir a preparação física no clube. Alguns deverão estar se perguntando: “Mas a saída de Renan em 2014 não foi em função de uma briga com Andreis?” Sim, foi, mas aquele fato já está superado. Algumas questões internas  e “jurídicas” ainda estariam sendo resolvidas e caso este imbróglio entre o preparador físico e o clube seja resolvido,  Andreis deve ser anunciado como o novo preparador físico do Ypiranga.

 

Por Fabio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais