Centenário da Paróquia São José – Catedral é celebrado em sessão solene na Câmara

A noite da última segunda-feira (19) foi marcada por homenagens, fé e recordações no plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Erechim. A partir de proposição do vereador Lucas Farina (PT), a Paróquia São José – Catedral foi homenageada com a outorga de Menção Honrosa em razão de seu centenário, ocorrido no mesmo dia da solenidade. A sessão contou ainda com a entrega do Troféu Castelinho ao bispo Dom José Gislon – que no próximo mês deixará, após sete anos, a Diocese de Erexim, para assumir a Diocese de Caxias do Sul – e apresentação do Coral Nossa Senhora de Fátima, regido pelo padre José Carlos Salla, que executou o Hino Centenário da Paróquia São José.

Em seu discurso na tribuna, o parlamentar proponente da homenagem fez um apanhado da rica história da paróquia, instituída no dia 19 de agosto de 1919, pelo bispo de Santa Maria, Dom Miguel de Lima Valverde, e saudou a religiosidade do povo erechinense, tão presente desde os primórdios da emancipação do município. “A longevidade de Erechim se dá em virtude de muito trabalho, muito suor, cooperação entre seus filhos e muita fé. Somos um povo cuja religiosidade, independente de credo, está presente desde sempre, tanto na cidade quanto no interior”, destacou Farina, ressaltando os propósitos sob os quais a Paróquia São José foi instituída. “É com a finalidade de sempre, de levar conforto aos corações dos erechinenses por meio dos ensinamentos de Deus, que a paróquia segue desempenhado seu notável trabalho, que certamente honra a memória dos por ela passaram”, completou.

Representando a paróquia, o pároco, padre Alvise Follador, agradeceu a todos que, de alguma maneira, ajudaram a construir o memorável legado da Paróquia São José, recordando a “fé firme e inabalável e espírito comunitário desses irmãos e irmãs”, mas também projetando um futuro de esperança e muito trabalho. “Nosso compromisso é seguir formando comunidades e pessoas que se conhecem e se amam, que promovem a vida, a esperança e a paz. Com São José, queremos continuar sendo alegres, discípulos, missionários de Jesus”, celebrou o pároco.

Troféu Castelinho – Honraria máxima do município, o Troféu Castelinho foi concedido ao bispo Dom José Gislon, que está prestes a deixar a Diocese de Erexim após sete anos de atuação. Em discurso de agradecimento, o bispo recordou sua passa passagem pela Capital da Amizade, e ressaltou que este é um momento para “render graças a Deus”. “Quando aqui cheguei, não conhecia a realidade da cidade, mas soube que aqui havia um povo acolhedor, trabalhador, empreendedor. Que trazia no coração a força da fé, os valores do evangelho e da família. Muito aprendi trabalhando nesta região, com este povo de Deus, e o contato com o povo em todas as realidades me ajudou a percorrer um caminho de aprendizado, crescimento humano e espiritual”, afirmou Dom José Gislon.

Comentários estão fechados.