Cruzaltense decreta Situação de Emergência por conta da estiagem

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Com prejuízo estimado em R$ 14.725.810.00, segundo dados do levantamento feito pela Emater, o prefeito de Cruzaltense, Kely José Longo, decretou  Situação de Emergência no município. O levantamento aponta que a falta de chuvas causou, até agora, quebra de 18,98% na cultura de milho, 33,38% na cultura de soja, 20% na produção de feijão e 4,80% na produção de leite. Esta situação resulta em danos materiais e prejuízos econômicos e sociais. O decreto tem validade de 180 dias.

Já durante o levantamento das perdas feito nos últimos quinze dias, foi verificado que riachos secaram em várias comunidades e a vazão das fontes diminuiu bastante nas propriedades rurais. Dois poços artesianos que abasteciam as famílias e muitos açudes, de onde os agricultores tiravam água para os animais, também secaram. A pelo menos duas semanas a prefeitura e os Bombeiros Voluntários de Campinas do Sul estão transportando água em caminhões tanque apara abastecer várias propriedades. Máquinas da prefeitura estão fazendo a limpeza de fontes e açudes.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais