Prefeitos da AMAU mostram união e acolhem bandeira preta

Cenário é preocupante e precisa, também, da participação da sociedade

A direção da AMAU reuniu no início da tarde deste sábado, 20, por videoconferência, os prefeitos do Alto Uruguai para discutir medidas que serão tomadas a partir da deliberação do Sistema de Monitoramento Controlado do Governo do Estado, que classificou a R16, pela primeira vez desde o início da pandenia, com Bandeira Preta (altíssimo risco).

Durante o encontro, após ouvir o Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus – que apresentou dados técnicos com ênfase à possibilidade de sobrecarga do sistema hospitalar (UTIs) – o presidente Paulo Polis apresentou ações que já estão tomadas buscando ampliar a oferta de leitos, especialmente de UTI, nos hospitais regionais Santa Terezinha e Caridade.

O agravamento do cenário foi compreendido pelo colegiado de prefeitos, que em suas manifestações entenderam ser mais adequado, e responsável, o acolhimento pleno dos protocolos de bandeira preta em todos os municípios.

Mostrando união e responsabilidade, os chefes do executivo do Alto Uruguai fecharam questão e assumiram o compromisso de reforçar a fiscalização quanto ao cumprimento das medidas, especialmente em relação à determinação do Estado de restringir a movimentação das pessoas das 22h às 5h, deste sábado 20 até o dia 2 de março, conforme Decreto 55764/21.

Os prefeitos também decidiram que reforçarão ações locais que visem estimular o cumprimento dos protocolos sanitários, como a lavagem de mãos, o uso de máscara e o distanciamento social.

Saiba mais
# A Região 16 vem apresentando um aumento do número de casos ativos, estando atualmente, segundo o último boletim, com 627 casos. Desde o início da pandemia, já foram registrados 157 óbitos, sendo 16 só em fevereiro.

Por Assessoria de Comunicação