Dinamite é encontrada no presídio de Erechim

Revista na cela 13 do Presídio Estadual de Erechim resultou na apreensão de uma carga de dinamite, no início da noite desta terça-feira, 20 de fevereiro. A ação foi realizada em conjunto entre a Brigada Militar e os agentes da Susepe, que já vinham investigando a possibilidade de existir um explosivo na penitenciária

Além da dinamite, os agentes também encontraram estoques (facas artesanais), aparelhos de telefone celular e drogas no interior da cela. A dinamite foi levada para um local isolado da penitenciária, até a vinda do GATE de Porto Alegre, para realizar a detonação. O restante do material foi apreendido e entregue na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento.

Em novembro de 2016, agentes já haviam encontrado uma dinamite na penitenciária. Em janeiro deste ano, um segundo artefato explosivo foi localizado e apreendido no telhado da casa prisional. Entre o final de janeiro e o início de fevereiro, dois túneis que estavam sendo escavados pelos detentos foram encontrados pelos agentes e no último final de semana, o presídio permaneceu em situação de alerta devido a informações de que ocorreria uma fuga em massa.

Comentários estão fechados.