Fecomércio, Sindilojas e Procon lançam manual de vendas para materiais de construção

O Sistema Fecomércio/RS, Sindilojas e o Procon de Erechim realizaram o lançamento do Manual de Vendas para Materiais de Construção do Alto Uruguai Gaúcho. A atividade ocorreu na segunda-feira (11), com a participação de empresários do ramo do comércio de materiais de construção. Um dos principais objetivos da publicação é definir ações de capacitação dos vendedores de materiais de construção.

O presidente do Sindilojas, Francisco Franceschi, explica que o Manual foi elaborado com o intuito de auxiliar no desenvolvimento de um trabalho adequado e produtivo. “É uma ferramenta para o desempenho pessoal e profissional, através de treinamento específico, que beneficiará todos que fizerem de seu uso um trampolim para benefício próprio e alcance dos objetivos da organização por meio de um relacionamento compatível.”

O diretor do Sistema Municipal de Defesa do Consumidor (Procon Erechim), Edson Machado da Silva, destaca sobre a importância do Manual, lembrando dos treinamentos que são necessários, a qualidade no atendimento, técnicas de vendas e tratamento das garantias do produto. “Um atendimento de qualidade evitará aborrecimentos futuros, impedindo que o consumidor entre em litígio com o fornecedor ou fabricante, não necessitando movimentar a máquina administrativa ou judiciária para soluções de possíveis desacordos,” aponta.

O secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Altemir Barp, fala sobre o investimento que o município vem fazendo na implantação do novo Distrito Industrial. “A modernidade e a praticidade transformarão o distrito num polo de empresas também voltadas ao setor de material de construção, valorizando o trabalho de empresários locais que geram emprego e renda,” diz. Barp também salienta que o investimento da atual administração será forte e marcará de forma positiva os 100 anos de Erechim. “O início do funcionamento do novo Distrito Industrial, trará impacto positivo com geração de emprego, fomento da economia local, além dos ganhos estruturais e de qualidade de serviços,” avalia o secretário.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.