Trabalhadores demitidos da Comil vão fazer manifestação na frente do Bradesco

O Sindicato dos Metalúrgicos e trabalhadores que foram demitidos da empresa Comil vão fazer manifestação na frente do banco Bradesco, em Erechim, nesta terça-feira (20), a partir das 9h. Na oportunidade vão entregar um documento ao gerente da agência local para que autorize o pagamento dos funcionários.

Após a recuperação judicial, a empresa Comil começou a pagar os salários e rescisão dos contratos de trabalho dos funcionários demitidos. Mais de mil funcionários estavam recebendo R$ 800 mil por mês, mas o Bradesco entrou na justiça e conseguiu a proibição de dar continuidade aos pagamentos que estavam sendo realizados à Classe Trabalhista à título de antecipação do Plano de Recuperação Judicial.

O Sindicato entende que os trabalhadores têm que receber o que é seu de direito. Se o Bradesco retirar ação na justiça, a Comil começa a pagar novamente.

 

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.